Mano disse que as primeiras rodadas do Brasileiro que definem a "separação das turmas" no campeonato

Mano disse que as primeiras rodadas do Brasileiro que definem a "separação das turmas" no campeonato- Vinnicius Silva/Cruzeiro

Valinor Conteúdo
26/04/2019
16:57
Belo Horizonte

A 22ª partida do Cruzeiro na temporada 2019 terá um gosto especial. O time celeste, que está invicto esse ano, estreia no Brasileirão, neste sábado, contra o Flamengo, às 21h, no Maracanã. O clássico, muito badalado nos últimos anos, será o principal confronto da 1ª rodada da competição nacional.

O técnico Mano Menezes falou da expectativa para a estreia na competição mais importante do país e das pretensões da Raposa que buscará o pentacampeonato brasileiro.

-Começar o Brasileiro é gostoso, é o principal campeonato do país. A única coisa é que vamos começar como invicto. Isso está certo. Agora, favoritismo é difícil, não dá para comparar um Estadual com outro, um grupo de Libertadores com outro. As primeiras rodadas é que vão dizer quem é favorito, é que vão separar as turmas. Por isso é importante começar bem, estar na parte de cima da tabela. É uma competição muito disputada. Temos de construir uma campanha sabendo que a primeira rodada vale os mesmos três pontos da última- disse o treinador.

-Eu preferia estrear em casa. Mas vai ser fora, um jogo difícil pela história, tradição. Mas teremos outros jogos assim durante o Brasileiro, são muitos campeões. Aí é que reside a dificuldade da competição, não há tempo para respirar. A diferença é quem vai conseguir fazer melhor. Ano passado tivemos praticamente de abrir mão de alguns jogos, pois tínhamos jogos decisivos de Libertadores, de Copa do Brasil. O que fizemos diferente foi qualificar mais nosso elenco. Mantivemos jogadores qualificados e acrescentamos outros- complementou.

O treinador, que não adiantou a equipe que inicia a disputa, falou sobre a qualidade do seu elenco e sobre o rodízio dos atletas nos jogos que aconteceram no Estadual e na Libertadores e que continuará no Campeonato brasileiro.

-Estamos rodando alguns jogadores e posições há algum tempo e é o que vai acontecer a temporada inteira. Você troca dois ou três jogadores e não tem queda de rendimento. E vai valer para a estreia. Nossas condições são melhores, mas temos de ver se vamos conseguir confirmar isso. Muita coisa pode mudar, às vezes quem está bem não consegue manter, outros reagem- declarou.

O Cruzeiro está invicto há 22 jogos, esse ano foram 21 partidas entre o Estadual e a Libertadores, com 16 vitórias e cinco empates. O time celeste é o único entre as séries A e B da competição nacional que ainda não perdeu na temporada. O treinador falou sobre as vantagens de se chegar tão longe com uma campanha espetacular.

-Se eu enfrentasse um time que ainda não perdeu na temporada, iria usar isso para motivar meus jogadores. Mas também motiva a gente. Se ainda não perdemos é por nossos méritos. E temos de continuar repetindo. E não há espaço para acomodação. Estes anos temos vantagem de estar classificados e com o primeiro lugar do grupo da Libertadores assegurado. Isso dá, além da confiança, a tranquilidade para conduzir bem as situações de Campeonato Brasileiro- finalizou.