Léo aceitou o projeto do clube e vai ficar no elenco de 2020

Léo agiu como um dos líderes do Cruzeiro e não evitou "bolas divididas" sobre o passado recente do clube-(Bruno Haddad/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
01/04/2020
20:00
Belo Horizonte

Após o Cruzeiro anunciar que irá reduzir em 25% os salários de jogadores e funcionários do clube depois das férias coletivas, que irão durar até o dia 20 de abril, o zagueiro Léo, um dos líderes do elenco estrelado comentou sobre a medida tomada pelo clube.

Léo, que foi um dos poucos jogadores do elenco de 2019 que permaneceram na Raposa, mais uma vez foi compreensivo com as dificuldades do Cruzeiro e disse entender o corte nos vencimentos.

O jogador citou até o goleiro do Bayern de Munique, Neuer, para explicar as diferentes entre as realidades brasileira e europeia na questão da pandemia do coronavírus.

- Não adianta a gente só pensar em nós mesmos. É uma questão global, no Brasil inteiro. O jogador está nessa partida também, passa por esse processo, onde o clube passa por dificuldades, que é seu mantenedor e pagador de salários. Acabamos participando dessa fatia. Situações que se adequam. Tem jogadores da Europa, o Neuer dizendo que todos aceitam redução de salário. Não dá para equiparar, é outra realidade. Jogadores da Europa são outra situação, outra realidade. Jogadores também vão sofrer e entrar nessa questão de redução de salário para o Brasil. Tomara que a pandemia volte ao normal – disse o jogador em entrevista à ESPN Brasil.

O defensor também não evitou “bolas divididas” como as polêmicas entre Thiago Neves e Rogério Ceni, além de contar que pediu o retorno de Dedé para o elenco cruzeirense.

- Todos queriam o objetivo, que é a vitória. A vitória passava por uma sintonia de relacionamento. Se o relacionamento passa a ser bom, acaba fluindo muitas coisas. Não era nada, a meu ver, específico de Rogério para Thiago ou de Thiago para Rogério. Era uma questão que englobava outras questões, como prioridade do Rogério no momento, e a vontade do Thiago jogar. O objetivo era vencer, os resultados não estavam vindo, e acabou que o relacionamento foi meio conturbado. Mas o objetivo era vencer e que cada um pudesse explorar o seu potencial da melhor maneira possível- contou, para em seguida comentar o pedido para Dedé se reintegrar ao elenco celeste.

Dedé está se recuperando de uma cirurgia no joelho direito,a sétima na carreira. Ele está em tratamento e sua previsão de volta é daqui a seis meses. Seu vínculo com a Raposa ainda está em vigor

- O Dedé, eu torço muito. Tem uma história de superação emocionante, muito forte, principalmente no Cruzeiro. É um irmão, jogamos muito tempo juntos, ganhamos vários títulos. Está passando por um momento difícil, mas o foco dele é se recuperar. Está bem no joelho, após uma cirurgia delicada. Vai exigir paciência e superação dele novamente. É um cara que a gente conversa bastante para ele se recuperar bem. Hoje, ele está focado em recuperar, está bem fisicamente, bem com seu corpo para voltar a tomar suas decisões. A gente torce para que ele fique no Cruzeiro, para que esteja com a gente. Até liguei para ele, conversei com ele, falando para que ele possa estar aqui com a gente. Mas ele está preocupado e focado em se recuperar. Depois ele vai tomar o direcionamento da carreira. Espero que ele possa ficar com a gente- finalizou Léo.