Cruzeiro x CSA - Abel Braga

Treinador teve passagem no clube mineiro em 2019 - Bruno Haddad/Cruzeiro

Valinor Conteúdo
29/07/2022
13:37
Belo Horizonte (MG)

A Justiça estipulou um prazo de 15 dias para que o Cruzeiro pague R$ 827 mil em dívidas ou dê garantias sobre o valor para Abel Braga. O ex-treinador havia entrado com reclamação trabalhista por descumprimento do acordo firmado com o clube. 

+ Ranking lista os melhores times sul-americanos do momento; veja top 20

Abel cobra do Cruzeiro os valores de sua rescisão contratual, que foi sacramentada em novembro de 2019. Em junho de 2020, técnico e clube fizeram um acordo de pagamento dos valores, que foi descumprido, segundo Abel.

O acordo dizia que o Cruzeiro deveria pagar R$ 726.050 em 17 prestações. Entretanto, o técnico alegou que apenas duas parcelas de R$ 3.288,62 foram pagas.

Na cobrança, o Cruzeiro solicitou a extinção do processo com o argumento que ele teria prescrito, por ter-se passado dois anos desde a chegada do ex-treinador ao clube. O juiz rejeitou o argumento.

Abel Braga chegou ao Cruzeiro em 2019 com o objetivo de fortalecer o time e o tirar da briga pelo rebaixamento. Ao todo, foram 14 jogos, com três vitórias, oito empates e três derrotas.