2003 - Alex conduziu o Cruzeiro ao título da Copa do Brasil. Tríplice Coroa da Raposa

Alex foi a estrela maior do time de 2003, que venceu a Copa do Brasil, Mineiro e Brasileiro daquele ano-(Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)

Valinor Conteúdo
01/02/2021
19:39
Belo Horizonte

O Cruzeiro fez um processo seletivo ao estilo das empresas tradicionais do mercado para contratar o seu treinador. A Raposa organizou uma série de entrevistas com possíveis postulantes ao cargo de treinador do clube azul.

E entre os candidatos estava um ídolo da China Azul, que agora virou treinador:se trata do ex-meia Alex, o Talento, que comandou o Cruzeiro na conquista da Tríplice Coroa de 2003, quando venceu com a Raposa o Brasileiro, Copa do Brasil e Mineiro daquele ano.

Alex teve um encontro com o presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, em São Paulo, antes do acerto com Felipe Conceição. A conversa fluiu bem, mas não se concretizou em uma negociação fechada, pois o time celeste confirmou o ex-comandante de Guarani e América-MG no cargo.

VEJA COMO ESTÁ A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO BRASILEIRÃO

A pouca experiência no cargo e uma possível pressão sobre o ídolo, pesaram para que ainda não houvesse um retorno de Alex à Toca da Raposa. O momento do clube, que tenta se reerguer, não se mostrou favorável a uma tentativa desse porte.

E, uma vivência recente, em 2015, também pode ter contribuído, já que David, atual diretor de negócios do Cruzeiro, foi treinador do time e não conseguiu obter grandes resultados e acabou deixando o cargo pouco antes do fim do Mineiro. O ex-atacante foi companheiro de Alex em 2003, e a vinda do talento azul seria uma segunda tentativa com um craque daquela equipe que encantou o Brasil.