Pedro Rocha

Pedro Rocha já está no Flamengo , mas o Cruzeiro ainda não havia pago o empréstimo dele, feiro em 2019-(Reprodução/Twitter

Valinor Conteúdo
07/08/2020
05:00
Belo Horizonte

Aos “45 minutos do segundo tempo” o Cruzeiro conseguiu quitar mais uma dívida do clube na FIFA. A Raposa pagou 400.564,00 euros (cerca de R$ 2,5 milhões) ao Spartak Moscou, da Rússia, pelo débito do empréstimo do atacante Pedro Rocha, que jogou na Raposa em 2019;

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, comunicou a quitação do débito com os russos, que chegou a R$ 461.397,93 de Imposto de Renda, e R$ 9.935,41 de IOF.

-Já é a quarta dívida que a gente resolve em 65 dias, desde que a gente chegou. E vamos trabalhar dia e noite para resolver todas elas-disse Sérgio Santos Rodrigues em live nos canais oficiais do clube.

O dirigente celeste negou que o recurso para quitar a dívida cruzeirense tenha vida do BMG, que patrocina o rival Atlético-MG, mas que já foi parceiro comercial do time azul.

- Ainda bem que mais um problema da FIFA a gente conseguiu resolver. Vi que a torcida puxou muito movimento da rede social, falando do Banco BMG. Mas não foram eles que ajudaram. Cruzeiro tem uma instituição financeira como patrocinadora. Eu pessoalmente gosto muito do Ricardo Guimarães, um abraço a ele. Mas quem ajudou o Cruzeiro foram os produtos que o clube vem fazendo. Dois deles foram o Pedro Lourenço e o Régis Campos, da Emccamp, já estão colocados na tela. Fica meu abraço a eles aí-contou.

Aos “45 minutos do segundo tempo” o Cruzeiro conseguiu quitar mais uma dívida do clube na FIFA. A Raposa pagou 400.564,00 euros (cerca de R$ 2,5 milhões) ao Spartak Moscou, da Rússia, pelo débito do empréstimo do atacante Pedro Rocha, que jogou na Raposa em 2019;

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, comunicou a quitação do débito com os russos, que chegou a R$ 461.397,93 de Imposto de Renda, e R$ 9.935,41 de IOF.

-Já é a quarta dívida que a gente resolve em 65 dias, desde que a gente chegou. E vamos trabalhar dia e noite para resolver todas elas-disse Sérgio Santos Rodrigues em live nos canais oficiais do clube.

O dirigente celeste negou que o recurso para quitar a dívida cruzeirense tenha vida do BMG, que patrocina o rival Atlético-MG, mas que já foi parceiro comercial do time azul.

- Ainda bem que mais um problema da FIFA a gente conseguiu resolver. Vi que a torcida puxou muito movimento da rede social, falando do Banco BMG. Mas não foram eles que ajudaram. Cruzeiro tem uma instituição financeira como patrocinadora. Eu pessoalmente gosto muito do Ricardo Guimarães, um abraço a ele. Mas quem ajudou o Cruzeiro foram os produtos que o clube vem fazendo. Dois deles foram o Pedro Lourenço e o Régis Campos, da Emccamp, já estão colocados na tela. Fica meu abraço a eles aí-contou.