Cacá terá sua segunda chance com Ceni, com a ausência de Dedé, que será poupado

Cacá terá sua segunda chance com Ceni, com a ausência de Dedé, que será poupado- (Vinnciius Silva/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
24/08/2019
18:52
Belo Horizonte

No último domingo, 18 de agosto, logo no primeiro minuto do segundo tempo, o Cruzeiro ampliava o placar para 2 a 0 em duelo contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Poucos minutos depois, a felicidade poderia ter dado lugar à preocupação com a substituição do mito Dedé. Eu disse poderia, se não tivesse entrado em campo outro grande nome da defesa celeste: o zagueiro Cacá.

O jovem defensor pode ter nova chance diante do CSA com as possíveis ausências de Léo e Dedé, desgastados fisicamente. A dupla titular deve ser poupada por Rogério Ceni. 

Escalado por Rogério Ceni para ficar na retaguarda da equipe cinco estrelas ao lado de Fabrício Bruno, o jovem atleta mostrou personalidade. O camisa 14 azul e branco destacou a sólida participação no time e chamou a atenção para o trabalho realizado pelo treinador cruzeirense.

-Obtivemos sucesso na partida do último domingo. Não sofremos gol e saímos com uma vitória importante. Fizemos o que o professor pediu, fazendo uma comunicação efetiva entre todos os jogadores lá atrás. Com isso, geramos mais confiança em todos dentro do jogo- disse.

Cacá falou ainda sobre a equipe do Cruzeiro jogar mais avançada. Segundo ele, a zaga celeste também acompanhará, mas sem deixar de lado a responsabilidade por proteger a defesa do Clube.

-O Rogério Ceni tem nos deixado muito à vontade nos treinamentos e em campo. Estamos avançando o time de forma sempre a buscar a vitória. E quem sabe assim futuramente poderei marcar um gol com a camisa do Cruzeiro- completou.

À disposição do treinador celeste, Cacá afirmou estar pronto para ajudar o Cruzeiro a qualquer momento e que continuará trabalhando para se destacar no time.

-Estou muito preparado sempre que o professor precisar. Tenho treinado forte, fazendo sempre o que o Rogério determina. Substituir Léo ou o Dedé sempre é uma irresponsabilidade imensa. São dois atletas exemplares, mas a torcida pode ter certeza que estarei pronto sempre que o necessário- finalizou.

Cacá foi promovido ao time profissional em 2018 por Mano Menezes Sua estreia na equipe celeste foi diante do Vasco, pelo Campeonato Brasileiro.