Cruzeiro x Vasco - Comemoração

Maurício entrou no lugar de Thiago Neves e marcou o gol que deu os três pontos para o Cruzeiro- (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
02/09/2019
08:05
Belo Horizonte

As categorias de base do Cruzeiro sempre revelaram grandes jogadores para o clube e o torcedor nutre carinho especial quando algum jovem vindo da Toca da Raposa I brilha no profissional. E, certamente a China Azul está satisfeita de ver o meia Maurício, de 18 anos, que foi incorporado ao time principal em 2019, marcar o seu primeiro gol pela Raposa.

E não foi qualquer gol. Foi o que deu ao Cruzeiro a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro na noite deste domingo, 1º, no Mineirão. O meio de campo da Raposa descreveu o momento de balançar as redes como profissional pela primeira vez como inexplicável.

-É uma sensação inexplicável marcar o gol diante da nossa torcida, com o time precisando dos três pontos- disse logo após o jogo.

A boa performance de Maurício pode aumentar o assédio sobre o seu futebol. O Grêmio pediu para que o meia e o volante Jadsom fossem cedidos ao clube gaúcho em troca da liberação do atacante Guilherme, que atua no Sport, mas pertence ao tricolor dos pampas.

O Cruzeiro recusou a proposta e colhe os primeiros frutos da atuação de Maurício, que entrou no lugar de Thiago Neves, para dar a vitória ao time celeste. O jogador comentou que sempre recebe dicas de Rogério Ceni nos treinamentos, usando as dicas quando entra nos jogos.

-Ele é um cara que me ajuda nos treinamentos. Por eu ser um menino novo, dá muito apoio e faz cobranças, mas me ajuda bastante- contou.

Maurício está na Raposa desde setembro do ano passado, cedido pelo Desportivo Brasil-SP, com o Cruzeiro pagando R$ 120 mil por 10% dos direitos econômicos do atleta. O time mineiro tem até o fim de novembro para pagar R$ 800 mil, para totalizar 50% dos direitos do atleta em poder da Raposa.