LANCE!
06/08/2020
00:48
São Paulo (SP)

A qualidade do Dérbi desta quarta-feira, que marcou o primeiro jogo da decisão do Paulistão-2020, deixou muito a desejar e impede que análises mais profundas possam ser feitas. Em meio a esse deserto de ideias, o técnico Tiago Nunes conseguiu encontrar pontos positivos no Corinthians, principalmente a defesa, que terminou sua quinta partida consecutiva sem ser vazada. Com o 0 a 0 e o segundo duelo fora de casa, ele crê que os detalhes farão a diferença.

Após cinco jogos desde a retomada do futebol paulista, o Timão continua sem levar gols, méritos do setor defensivo, que mais uma vez teve grande atuação e neutralizou o ímpeto palmeirense em diversos momentos da final, especialmente em duelos individuais, que ajudaram a manter o "paredão".

- Defensivamente fizemos mais um jogo muito bom. Compactos, linha alta, bloco médio. Contra um time com jogadores rápidos e bola longa. Tivemos equilíbrio defensivo. Pela entrega, competitividade, entendimento da hora de subida de pressão. Vitória pessoal nos duelos. Isso faz manter a solidez defensiva - analisou o comandante corintiano.

Apesar de ter sido notoriamente uma partida de baixíssimo nível técnico, Tiago Nunes viu um bom primeiro tempo do Corinthians no aspecto de toque de bola e paciência para buscar as jogadas, mas reconheceu que foi uma decisão de pouca criatividade, destacando a entrega e a intensidade das equipes.

- Jogo equilibrado. Duas equipes buscando jogo competitivo. Características marcantes e diferentes. Corinthians tentando trabalhar a bola e buscando jogo de pé em pé. Tivemos bom volume no começo e menos no segundo. Jogo com pouca criatividade e chances. Mas entrega e intensidade das equipes na competitividade. Tudo em aberto. Jogo único que definirá o campeão.

Agora, com dois dias para treinar antes do próximo jogo, Tiago Nunes apontou o que será necessário para o Timão sair do Allianz Parque com a taça na mão. Basicamente, o treinador crê que a bola precisará chegar com mais qualidade ao ataque, mas precisará levar o que o rival vai proporcionar, fator que ele acredita que fará a decisão ser definida nos detalhes de um clássico.

- Não tem previsão do que rival vai propor. Vamos buscar espaços e triangulações. Que bola chegue mais no ataque com mais qualidade. Tentando entender o que o rival fará. Detalhes farão a diferença - concluiu.

Corinthians e Palmeiras voltam a se enfrentar neste sábado, às 16h30, no Allianz Parque, pelo segundo jogo da final do Campeonato Paulista de 2020. Em caso de o empate acontecer novamente, a decisão irá para os pênaltis.

Tiago Nunes - Corinthians x Palmeiras
Tiago Nunes elogiou a defesa (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)