Jô - Treino Corinthians

Jô tem média de gols melhor do que em suas duas passagens anteriores (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Alexandre Guariglia
08/09/2020
08:00
São Paulo (SP)

O empate em 2 a 2 com o Botafogo, no último sábado, não foi o resultado esperado pelo Corinthians, que ainda busca uma sequência de vitórias no Brasileirão-2020, mas a partida serviu para mostrar que o faro de gol de Jô continua em plena forma. Tanto é que sua atual média de tentos é a melhor entre as suas três passagens e está próximo de atingir a casa do 50 pelo clube.


Se o técnico Tiago Nunes ainda encontra dificuldades para acertar uma equipe que funcione neste Campeonato Brasileiro, pelo menos uma coisa ele pode confiar: no poder de fogo de Jô. Desde que reestreou no Timão, diante do Red Bull Bragantino (deixando sua marca), pelas quartas de final do Paulistão, o atacante fez 11 jogos e marcou cinco gols, praticamente um a cada dois jogos.

Esse início já é melhor do que aquele em 2017, quando brilhou pelo Corinthians conquistando dois títulos. Nos primeiros 11 duelos oficiais daquele ano, Jô havia marcado quatro gols. Foram nove partidas como titular (três delas até o final), e duas como reserva, sendo que em uma delas anotou tento decisivo diante do Palmeiras, quando entrou aos 42 minutos da segundo etapa.

Mas a melhora em relação ao ano de 2017 não fica apenas nesse recorte de 11 jogos, já que a média de gols estabelecida por Jô em 2020 é maior do que a registrada em sua segunda passagem. Nesta temporada são cinco gols em 11 jogos, média de 0,45 por duelo, enquanto na vitoriosa temporada de 2017 foram 25 tentos em 61 partidas, média de 0,41 por confronto.

Em comparação com a sua primeira passagem, entre 2003 e 2005, quando foi promovido das categorias de base do clube, Jô também tem números melhores em 2020. Naquele momento, quando tinha entre 16 e 18 anos, o centroavante atuou em 110 jogos pelo Corinthians e marcou 18 gols, média de 0,16 por partida, praticamente três vezes menor do que a atual, que é de 0,45 por jogo.

Somando essas três passagens, Jô tem 182 jogos oficiais pelo clube e 48 gols marcados, ou seja, muito próximo de atingir a marca de 50 tentos com a camisa alvinegra. E o próximo adversário, o Palmeiras, é um velho conhecido do camisa 77, contra o qual já marcou quatro vezes em oito partidas, inclusive no último encontro, na final do Paulistão, levando a decisão para os pênaltis.

Na próxima quinta-feira, na Neo Química Arena, o Corinthians enfrenta seu maior rival, às 19h15, pela nona rodada do Brasileirão-2020. Com Jô garantido no ataque, Tiago Nunes tem a esperança de que seu centroavante titular possa ajudar o Timão a conquistar pela primeira vez uma sequência de vitórias na competição, algo que o treinador tem buscado para deslanchar na tabela.

Média de gols em cada passagem de Jô pelo Corinthians:

2003 a 2005 - 18 gols em 110 jogos - 0,16 gol por jogo
2017 - 25 gols em 61 jogos - 0,41 gol por jogo
2020* - 5 gols em 11 jogos - 0,45 gol por jogo

​TOTAL - 48 gols em 182 jogos - 0,26 gol por jogo

*temporada em andamento