Tiago Nunes

Tiago Nunes estreia com o Corinthians na Liberta no dia 5 de fevereiro (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Yago Rudá
17/01/2020
07:02
São Paulo (SP)

A diretoria do Corinthians segue trabalhando nos bastidores para contratar o atacante Rony, do Athletico-PR. Apesar do impasse que dificulta a negociação com o Furacão, a chegada de um ponta é a prioridade máxima do Alvinegro neste mês de janeiro. O jogador é a peça que falta para Tiago Nunes ter o elenco completo para o início da Copa Libertadores, na primeira semana de fevereiro. 

Após a frustração com Michael, que deixou o Goiás e assinou com o Flamengo, o Corinthians está focado em resolver rápido a pendência e ter um jogador de beirada de campo. No fim do ano passado, Tiago Nunes entregou uma lista com 17 nomes de possíveis reforços para Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves. De lá para cá, a dupla se esforça para atender os pedidos do treinador. 

Depois de contratar Luan, Sidcley, Davó e Victor Cantillo, o Corinthians precisa de um ponta para disputar vaga com Everaldo, Janderson, Madson e Davó e considerar seu elenco fechado para o primeiro semestre. A urgência em contratar logo Rony tem um motivo claro: no dia 5 de fevereiro, o Timão estreia na Copa Libertadores, fora de casa, e já em um confronto eliminatório. Por isso, a comissão técnica quer todos os atletas em sintonia. 

Como ainda tem Pedrinho, que serve a Seleção Brasileira Sub-23 no Pré-Olímpico, e Araos, com a seleção chilena, para se apresentarem ao técnico Tiago Nunes, a diretoria do Corinthians entende encerrará o trabalho de contratações - pelo menos a parte mais difícil dele - no mês de janeiro. 

O nome da vez é Rony, mas a negociação não é tão simples. Vale lembrar que o Palmeiras entrou no negócio na última quinta-feira e a boa relação da diretoria do Alviverde com o Athletico-PR pode dificultar a chegada do atacante no clube do Parque São Jorge, que já fracassou em outras duas tentativas nesta janela de transferências.