Corinthians x Fluminense

Corintianos comemoram gol na histórica vitória por 5 a 0 sobre o Flu em janeiro (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Rafael Franco
12/10/2021
08:00
São Paulo (SP)

Exatos nove meses depois de abrir o seu ano atuando em sua casa com uma histórica goleada por 5 a 0 sobre o Fluminense, o Corinthians reencontrará o adversário na mesma Neo Química Arena nesta quarta-feira, às 21h, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Varanda é mais um! Veja quem já deixou o Corinthians desde o início de 2021

Em 13 de janeiro, em duelo válido ainda pelo Brasileirão de 2020, os corintianos atropelaram o rival carioca no resultado que foi o placar mais elástico do time sobre o oponente na história do confronto entre os clubes.

Naquela ocasião, aquela goleada por 5 a 0 acabou "iludindo" a torcida corintiana, que viu a sua equipe dar a impressão de que poderia estar iniciando uma grande temporada. O "choque de realidade" veio já na próxima partida, contra o arquirrival Palmeiras, no Allianz Parque, onde os donos da casa golearam por 4 a 0 pela rodada seguinte do segundo turno do Brasileirão.

SÓ 5 TITULARES DO TIME ATUAL ESCALADOS

No jogo em que abriu o seu ano, o Corinthians contou em campo com apenas cinco jogadores que hoje figuram como titulares da equipe: o goleiro Cássio, os laterais Fagner e Fábio Santos, o zagueiro Gil e o volante Cantillo, este atualmente ainda tentando começar a se firmar na formação de Sylvinho após roubar recentemente a posto que vinha sendo ocupado por Gabriel no meio-campo alvinegro.

Gabriel, por sua vez, foi também escalado como titular naquela goleada sobre o Fluminense, assim como ocorreu com o defensor Jemerson, com os meias Gustavo Silva,  Cazares e Mateus Vital e com o atacante Jô. Destes, Jemerson, Cazares e Mateus Vital já deixaram o clube.

O mesmo vale para Camacho, Léo Natel e Everaldo, que entraram em campo no decorrer do confronto em substituições promovidas pelo então técnico da equipe, Vagner Mancini, que também mandou a campo durante a partida Gabriel Pereira, hoje titular do time de Sylvinho, e Luan, outro remanescente do atual elenco corintiano.

MAIOR GOLEADA DA HISTÓRIA DO DUELO

Naquele jogo de 13 de janeiro deste ano, realizado com portões fechados para a torcida por causa da pandemia da Covid-19, o Corinthians aplicava não apenas a sua maior goleada sobre o Fluminense, mas também a maior da história de todo o confronto de 114 jogos entre os dois clubes.

Até então, o placar mais elástico do embate entre os dois times pertencia ao Flu, com a goleada por 5 a 1 sobre os corintianos no Torneio Rio-São Paulo de 1959,  no Maracanã. E antes deste último encontro entre as equipes na Neo Química Arena, o placar mais expressivo conquistado pelo Alvinegro contra o Tricolor das Laranjeiras havia sido uma vitória por 5 a 2 em um amistoso em 1941, no Pacaembu.

DA GOLEADA HISTÓRICA ÀS DECEPÇÕES

Com aquela vitória histórica por 5 a 0 sobre o Fluminense, o Corinthians assumiu a oitava posição do Campeonato Brasileiro e colou na zona de classificação à Copa Libertadores, o G6 da tabela, mas o resultado acabou sendo ilusório para a Fiel torcida, pois depois o time exibiu instabilidade na reta final da competição e terminou a sua campanha apenas na 12ª posição.

E as outras decepções no primeiro semestre se acumularam com as eliminações diante do Palmeiras na semifinal do Paulistão e do Atlético-GO na terceira fase da Copa do Brasil, além da queda ainda no estágio de grupos da Copa Sul-Americana, esta sacramentada com duas rodadas de antecedência após uma goleada por 4 a 0 sofrida para o Peñarol em Montevidéu.

Agora, porém, o Corinthians vive uma realidade bem diferente sob o comando de Sylvinho e com um time reforçado após a chegada do quarteto de reforços composto por Giuliano, Renato Augusto, Willian e Róger Guedes. No último sábado, perdeu uma invencibilidade de dez jogos sem derrotas ao cair por 1 a 0 diante do Sport, mas a equipe segue na briga por vaga no G4 do Brasileirão e pela consequente classificação direta à fase de grupos da Libertadores.

Nesta edição do Brasileiro, o Corinthians já mediu forças com o Fluminense no primeiro turno, em São Januário, no dia 27 de junho, quando os dois times empataram por 1 a 1, em confronto com portões fechados no Rio de Janeiro.