Corinthians x Always Ready

Corinthians não conseguiu a liderança do grupo E da Libertadores (Foto: Alex Silva /Lancepress!)

Fábio Lázaro
26/05/2022
22:58
São Paulo (SP)

Mesmo contra o time reserva do já eliminado Always Ready, da Bolívia, o Corinthians não conseguiu a vitória pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. O empate em 1 a 1, em plena Neo Química Arena, foi o suficiente para o Timão avançar às oitavas de final da competição continental, mas não para dar a liderança da chave para a equipe alvinegra, que ficou com o Boca Juniors, da Argentina.

> GALERIA - Evento nesta sexta! Saiba os potes e onde assistir ao sorteio das oitavas da Libertadores
> TABELA - Veja tabela da Libertadores e simule os próximos jogos

O Time do Povo abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, com Adson, mas sofreu o empate no fim da etapa inicial, após uma falha do zagueiro Robson Bambu, que perdeu a bola na saída e deu condições para Borja invadir a área e igualar o marcador.

No segundo tempo, o Corinthians até tentou voltar à frente no placar, mas com boas defesas o goleiro Galarza, principalmente no fim do jogo, evitou que o Timão fizesse os três pontos e ficasse só no pote dois das oitavas de final da Liberta.

BANDEIRA SALVOU

Como já era esperado, o Corinthians começou em cima do Always Ready e logo no primeiro minuto quase abriu o placar. Após uma bola alçada à área, Gil escorou de cabeça no segundo pau, Mantuan se atirou na bola, mas, mesmo sem goleiro, mandou por cima do gol. O que salvou o atacante foi o fato de estar impedido e a posição irregular ter sido marcada pelo auxiliar Antoni Garcia.

Antes do empate do Always, o Corinthians chegou a marcar o segundo gol, com Júnior Moraes, mas foi anulado por falta de Gustavo Mosquito, na origem do lance, o que não aconteceu, e prejudicou o Timão. 

ALWAYS NÃO É BOBO

Para quem achou que o Always Ready, mesmo já eliminado e com o time reserva, daria vida fácil para o Corinthians, se enganou. Aos três minutos de jogo, uma descida pela direita, Árabe cruzou e Gustavo Torres chutou mascado, mas com perigo para o goleiro Ivan, que saltou no canto esquerdo e fez a defesa.

Ivan foi titular, pois Cássio foi preservado. O ídolo corintiano sofreu uma subluxação no ombro esquerdo, se recuperou, mas fez apenas um treino antes de enfrentar o Always Ready, até foi relacionado, mas foi cortado do banco de reservas.

GIULIANO PERDE PRESENTE DE ADSON

O Corinthians tinha mais imposição ofensiva, mas dificuldades de criação. Mas aos 16 minutos, a ofensiva corintiana apertou a saída de bola do Always, Adson recebeu e deu um ótimo passe para Giuliano, que saiu na cara do gol, mas mandou por cima da meta adversária.

ADSON NÃO PERDE PRESENTE DE GIULIANO

Dois minutos depois, Giuliano devolveu o presente para Adson, colocando o companheiro na cara do gol, pelo lado esquerdo, e o camisa 28 não desperdiçou, colocando no fundo da rede do Always.

Foi o segundo gol consecutivo de Adson, que já tinha dado o empate para o Timão no clássico contra o São Paulo, no último domingo (22), e a sexta assistência de Giuliano, líder no quesito na temporada corintiana.

MOSQUITO PERDE

Aos 32 minutos, Maycon fez uma inversão precisa da esquerda para direita. A bola encontrou Mosquito, que abriu para dentro e finalizou para fora, com perigo ao gol de Galarza, que ficou parado.

PERIGO DE GOL


Aos 36 minutos o Corinthians chegou a marcar o segundo gol, mas ele foi erroneamente anulado pela arbitragem. O Timão, que estava com dificuldades de criar, conseguiu chegar pela esquerda, com Adson recebendo em profundidade e cruzando, Mosquito se atirou na bola e obrigou Galarza a fazer boa defesa, mas no rebote Júnior Moraes finalizou para o gol. No entanto, o árbitro venezuelano José Argote marcou falta de Mosquito em Taborga antes da primeira finalização, o que não aconteceu.

E O BAMBU?

Entregou a paçoca na saída de bola. Aos 42 minutos do segundo tempo o zagueiro foi querer sair jogando e acabou pressionado por dois jogadores do Always Ready, da Colômbia, Gustavo Torres ganhou a bola e deixou o time boliviano em três contra um com a defensiva corintiana. Borja invadiu a área e bateu no canto direito do goleiro Ivan, a bola ainda beijou a trave antes de cruzar a linha fatal.

MUDANÇAS NO TIMÃO 

O meia Renato Augusto, e o atacante Róger Guedes aqueceram no gramado durante o intervalo, a expectativa é que a dupla entrasse no segundo tempo, mas isso não aconteceu. 

No entanto, aos oito minutos, Renato entrou. Junto dele, Willian e Jô, que foram ao aquecimento no início da etapa final, também. Róger Guedes seguiu se esquentando e só veio entrar aos 23 minutos, no lugar de Giuliano. 

NA TRAVE!

Na primeira aparição de Willian, o camisa 10 tomou conta do lado esquerdo, finalizou com muito efeito e colocou a bola na trave esquerda do goleiro Galarzi, que tirou com os olhos. 

PRA QUEM, GIULIANO?!

Aos 14 minutos do segundo tempo, Adson achou muito bem Mantuan na linha de fundo, o camisa 31 cruzou para trás em ótima condições par Giuliano finalizar, mas o meia fez um corta-luz quando ninguém do Timão chegava atrás para bater para o gol, e perdeu uma grande oportunidade. 

QUASE BAMBU SE REDIME

Aos 34 minutos do segundo tempo, por muito pouco o zagueiro Robson Bambu se redimiu da falha do gol do Always Ready. Renato Augusto cobrou o escanteio pelo lado direito no primeiro pau, Bambu subiu mais que todo mundo e cabeceou na trave.

MILAGRES DE GALARZA

Aos 41 minutos do segundo tempo, Du Queiroz, que entrou na etapa final, no lugar de Jô, que sentiu o joelho esquerdo, durante a etapa final, recebeu bola na cara do gol, pelo lado direito, mas chutou em cima do goleiro Galarza, que também defendeu o rebote. 

Na sequência, Mantuan recebeu em ótimas condições pela direita, encheu o pé, e o goleiro do Always espalmou para escanteio. 

No tiro de canto, Renato Augusto colocou no meio da área, Gil subiu mais que todo mundo e o arqueiro do time boliviano aplicou o quarto milagre em sequência. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 ALWAYS READY-BOL
SEXTA RODADA - GRUPO E - LIBERTADORES


Local: Neo Química Arena, São Paulo, Brasil
Data e hora: 26 de maio de 2022, às 21h
Árbitro: Jose Argote (VEN)
Assistentes: Francheskoly Chacon (VEN) e Antoni Garcia (VEN)
Público/renda: 39.938 pessoas / R$ 3.333.283,37
Cartões amarelos: Luis Miguel e Mantuan (Corinthians); Rambal, Ramallo e Blanco (Always Ready)
Cartões vermelhos: -

GOL: 1-0 Adson (18'/1T); 1-1 Borja (43'/1T)

CORINTHIANS: Ivan; Gustavo Mantuan, Robson Bambu, Gil e Lucas Piton; Maycon, Adson, Roni (Renato Augusto, 9'/2T), Giuliano (Róger Guedes, 23'/2T) e Gustavo Mosquito (Willian,9'/2T); Junior Moraes (Jô, 9'/2T) (Du Queiroz, 34'/2T). Técnico: Filipe Almeida. 

ALWAYS READY: Galarza, Valda, Adrián Martínez, Rambal e Taborga; Blanco, Rivera (Mamani, 35'/2T), Borja, Árabe (Espinoza, 41'/2T) e Gustavo Torres (Vaca, 46'/2T); Rodrigo Ramallo. Técnico: Eduardo Villegas.