Araos e Mateus Vital

Juntos, Araos e Vital somam 15 gols pelo Timão, sendo 14 do brasileiro (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag.Corinthians)

LANCE!
10/06/2021
14:00
Sâo Paulo (SP)

Ainda que seja o artilheiro do Corinthians nesta temporada, com cinco gols, além de ter participado diretamente de outros dois gols do Timão neste ano esportivo, dando assistências, Mateus Vital não é unanimidade no clube do Parque São Jorge, pelo menos não para o novo comandante corinthiano, Sylvinho.

>> Baixe o app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela da Copa do Brasil

Nos últimos dois jogos, contra América-MG, pelo Campeonato Brasileiro, e Atlético-GO, pela Copa do Brasil, o camisa 22 iniciou no banco de reservas, sendo preterido pelo chileno Ángelo Araos, que vive de inconstâncias, desde que chegou ao Alvinegro, em 2018.

– É verdade que a posição do Araos com o Vital ambos podem jogar por fora, pela esquerda, extremo, pé trocado, mas o Vital é mais atacante e Araos é mais meia. O Vital é o artilheiro do time de janeiro para cá e é o atleta que tínhamos pela técnica, de ser esse atacante, penúltimo atacante, pudesse trocar pelo Araos e sermos mais agudo dese lado – explicou o treinador após empate por 0 a 0 contra o Rubro-Negro goiano, na última quarta-feira (9), no estádio Antônio Accioly em Goiania, que culminou na eliminação do Corinthians na terceira fase da Copa do Brasil.

Mesmo Vital e Araos atuando pelo mesmo setor do gramado, Sylvinho vê posturas de jogo diferentes entre os atletas durante as partidas.

– Ele (Mateus Vital) é o artilheiro do time sim, ele jogou os dois primeiros jogos, hoje está entrando Araos, pode voltar ele, pode voltar Araos, nos temos essas opções. Volto a dizer: nós temos atletas muito próximos, com características diferentes, nós vamos trabalhar para melhorar o time, sem compromisso individual com ninguém.

Em comum entre Mateus Vital e Araos é que ambos os jogadores demoraram para se firmar no Corinthians. O primeiro, chegou ao Timão em 2018, após se destacar pelo Vasco, clube que o revelou, mas só veio a se firmar na última temporada, nas mãos de Vagner Mancini. Já o segundo, também chegou em 2018, mas no segundo semestre, vindo da Universidad de Chile, chegou a ser emprestado a Ponte Preta no ano seguinte, mas desde 2020 vem ganhando espaço a conta-gotas.

A idade dos dois atletas também é bastante próxima, enquanto Vital tem 23 anos, Araos tem 24.