Luiz Otávio - Ceará

Foto: Divulgação/Ceará

Futebol Latino
17/04/2019
12:28
Fortaleza (CE)

A vida do Ceará na final do estadual começou favorável e, nesse momento, está em um panorama bem diferente após o 2 a 0 do último domingo sofrido diante do maior rival, o Fortaleza. Todavia, isso não chega a deixar o zagueiro Luiz Otávio com a confiança afetada pensando no bicampeonato do Vozão.

Para ele, o elenco do técnico Lisca não pode ficar 'martelando' em qualquer aspecto da partida passada e precisa se concentrar unicamente em fazer o que precisa para ser campeão. Ainda mais pelo fato de que, em sua visão, não houve uma superioridade técnica tão latente do adversário que justifique qualquer tipo de abalo emocional pensando no confronto final do próximo domingo (21):

- Como é só um jogo, é matar ou morrer. Ou seja, marcamos esses dois gols ou perdemos o título. O nosso objetivo e foco permanece o mesmo. A gente perdeu um jogo e a vantagem, mas não a guerra. Da mesma forma que tomamos dois gols, podemos fazer. Não foi um jogo que eles atropelaram o Ceará, longe disso. Espero que a gente possa ser mais eficiente no domingo.

Mensagens enviadas por torcedores do Ceará diretamente ao perfil de Luiz Otávio foram também assunto nas declarações do atleta dizendo que, além do aspecto pessoal, o plantel do Alvinegro de Porangabuçu precisa se dedicar pensando também na questão da honra do clube:

- O espírito que a gente vê no estádio é que a honra do Ceará é lutar. Precisamos fazer isso os 90 minutos. Depois da partida, recebi muitas mensagens dos torcedores e isso me motivou. Precisamos honrar primeiro nosso nome, a cobrança é individual e nossa. Sabe que precisa dar mais, se o Fortaleza está 100%, precisamos estar mais.

Boa (e recente) lembrança

A última vez em que o Vozão conseguiu superar o arquirrival pelo placar que lhe interessa para ser campeão Cearense em 2019 não está em um passado tão distante.

Na primeira fase do estadual do ano passado, quando Marcelo Chamusca ainda era o treinador, o time venceu por 2 a 0 em 4 de março. Os gols foram marcados pelo zagueiro Valdo e pelo atacante Élton aos 31 e aos 43 minutos da primeira etapa.