Marcos Paquetá

Marcos Paquetá tem pouca experiência em dirigir times profissionais no Brasil (Foto: Arquivo pessoal)

Felippe Rocha e Guilherme Abraão
21/06/2018
16:58
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo está perto de confirmar o substituto de Alberto Valentim como treinador da equipe principal. Deverá ser Marcos Paquetá, que depende basicamente de mais uma reunião no clube para a contratação ser concretizada. Desde 2004 trabalhando fora do país, ele vem fazendo carreira no Oriente Médio.

O fato de se encaixar no perfil financeiro do clube - de não pagar altos salários - pesou em favor do treinador, anunciado no início do mês no Pune City, da Índia. O campeonato local, porém, só começa em setembro, e ele ainda não comandou o time em nenhuma martida. De todo modo, seria preciso haver o desligamento do clube.

A diretoria, de um modo geral, é favorável à contratação, após a negativa de Zé Ricardo e a avaliação de outros nomes. Um dos trabalhos de maior sucesso de Marcos Paquetá foi o título mundial com a Seleção Brasileira Sub-20 em 2003. Naquele time estavam Jefferson e Dudu Cearense, do Botafogo, além de nomes como Daniel Alves e Fernandinho, ainda frequentes na Seleção principal.

Aos 59 anos, Paquetá tem passagens pelas categorias de base de Flamengo e Fluminense, além da Seleção. O último clube no Brasil foi o Avaí.

*Errata: Na primeira versão, publicamos que Marcos Paquetá está sem clube. Na verdade, como já corrigido, ele foi anunciado no Pune City, da Índia.