Gatito Fernandez - Treino do Botafogo

Arqueiro admitiu ter observado os cobradores do Olimpia-PAR anteriormente (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

LANCE!
27/02/2017
19:12
Rio de Janeiro (RJ)

Um dos reforços do Botafogo para 2017, o goleiro Gatito Fernández viveu de quase tudo nesses quase dois meses no clube. Isso segundo o próprio. Na coletiva desta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, o paraguaio lembrou das críticas e da felicidade vivida agora após ter sido decisivo na Libertadores. 

- Em pouco tempo no clube, já passei um pouco de tudo. É um momento muito bom e feliz, não só pessoal, mas pelo grupo. Acho que foi o primeiro título do ano para o nosso time. E me deixa tranquilo saber que em pouco tempo conseguimos essa meta que tínhamos - disse o paraguaio, que ainda lembrou das cobranças defendidas por ele contra o Olimpia, no Defensores del Chaco.

- O pessoal do clube passou alguns pênaltis, foi uma parte isso, e um pouco do meu trabalho. Fiquei observando quando iam bater para conseguir pegar o pênalti. O mais desafiador foi do meio. Se ele bate do lado, ia ficar um pouco feio. É difícil o goleiro ficar parado . Eu vi que no domingo anterior ele bateu daquele jeito - revela o arqueiro que, com a lesão de Helton Leite, deve voltar ao time titular do Botafogo para a sequência desta temporada.

Gatito foi o herói da classificação do Botafogo para a fase de grupos da atual edição da Copa Libertadores. Ele pegou três pênaltis dos quatro cobrados na disputa contra o Olimpia-PAR, em pleno Defensores del Chaco.