rony

Rony seria opção para os lados do ataque nesta temporada. Chegou, mas voltou ao Japão (Divulgação)

Felippe Rocha
02/07/2018
15:42
Rio de Janeiro (RJ)

O imbróglio entre Botafogo e Cruzeiro em relação ao atacante Rony parecia equacionado. Parecia, até o clube mineiro atrasar a parcela de R$200 mil relativa ao mês de junho. O depósito, todavia, foi efetuado no fim da manhã desta segunda-feira. Antes, a possibilidade de ação junto à CBF havia sido noticiada pelo site Uol.

Diante do pagamento da última parcela, não consta mais débito, e o Glorioso não tem mais porque acionar a CBF. Tal dívida existe desde que Rony, de 23 anos, foi anunciado, iniciou treinos, mas não foi liberado pelo Albirex Niigata, do Japão.

Emprestado pelo Cruzeiro ao time japonês, ele gostaria de retornar ao futebol brasileiro, mas uma cláusula - antes desconhecida pela nova diretoria celeste - renovava o vínculo com os orientais.

O atleta havia sido incluído na negociação por Bruno Silva, que foi para a Raposa por R$4 milhões. Sem Rony no acordo, o novo acerto foi de mais R$1 milhão a ser pago ao Botafogo. Falta apenas uma parcela, a vencer no próximo dia 10.

*Atualização feita às 17h47.