Matheus Mascimento - Botafogo

Matheus Nascimento tem atuado poucos minutos sob o comando de Marcelo Chamusca (Vitor Silva/Botafogo)

LANCE!
12/04/2021
16:08
Rio de Janeiro (RJ)

Uma das principais joias da base do Botafogo, Matheus Nascimento, de 17 anos, tem jogado poucos minutos desde a chegada do técnico Marcelo Chamusca. A opção do comandante foi criticada pelo apresentador Edilson Silva, do programa "Os Donos da Bola - Rio", da Band. Ele também questionou a saída de Paulo Victor, lateral da base, que vinha tendo boas atuações na equipe titular neste início de temporada.

> Confira a classificação do Campeonato Carioca


O apresentador utilizou o Fluminense, próximo adversário do Glorioso no Carioca, como exemplo para a utilização da base. Vale destacar que o Tricolor tem apostado na garotada e o jovem Kayky, de apenas 17, marcou um golaço conta o Nova Iguaçu, correspondendo em campo. 

– O Fluminense fez um gol ontem (contra o Nova Iguaçu) com um jogador de 17 anos. O Botafogo tem um jogador de 17 anos e o esconde, ao invés de colocar para vender aí por R$ 60 milhões, R$ 70 milhões e dar uma respirada na sua vida financeira. Aí esconde o jogador. Tem que alguém chegar ali e falar que isso é moeda, que o clube está precisando de dinheiro – criticou, e em seguida completou.

> Confira mais notícias sobre o Botafogo

– Alguém precisa dizer que futebol é isso também, não é intrometer no trabalho não. O próprio treinador do Botafogo precisa saber que o clube precisa vender, precisa fazer dinheiro. Matheus Nascimento tem condições de jogar, tem muita qualidade. E é para ganhar dinheiro, ganhar entre R$ 70 milhões e R$ 100 milhões – frisou.

Além disso, o comunicador questionou a saída do lateral-esquerdo PV, da base Alvinegra, no último jogo diante do Volta Redonda. O jovem atleta foi barrado para a estreia de Rafael Carioca.

> Kalou fora: Veja quem deixou e quem pode deixar o Botafogo

– Cadê o PV, lateral da base que estava muito bem e tiraram surpreendentemente? O Rafael Carioca acabou de chegar, é uma indicação do treinador, aí você tira o garoto que estava indo muito bem, atleta da casa - indagou.