Sampaoli também vai reforçar o Galo, ao retornar ao comando do time no fim de semana

Sampaoli está liberado para ficar no banco de reservas diante do Tricolor. Procuradoria diz que vai recorrer da decisão-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
15/12/2020
17:52
Belo Horizonte

O Atlético-MG poderá contar com Jorge Sampaoli no banco de reservas nesta quarta-feira, 16 de dezembro, para o confronto contra o São Paulo, pela 26ª rodada do Brasileiro.

O técnico argentino foi julgado nesta terça e absolvido pela 2.ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro.

Sampaoli foi denunciado pela Procuradoria do STJD por estar presente no duelo com o Flamengo, no dia 8 de novembro, no Mineirão, pela 20.ª rodada do Brasileirão. O comandante alvinegro estava suspenso não poderia estar no estádio, segundo os procuradores.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A DO BRASILEIRÃO

O treinador foi flagrado pelas câmeras de televisão que transmitiram o jogo se comunicando em um celular com o analista Diogo Alves, que cuidou do time no campo.

Sampaoli foi absolvido, por maioria dos votos, pelos auditores da 2.ª Comissão Disciplinar. Todavia, a Procuradoria disse que vai recorrer ao Pleno do STJD. O novo julgamento ainda não tem data marcada.

Tanto o técnico quanto Diogo Alves, foram denunciados no artigo 258, por assumir conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva O Atlético-MG, também denunciado, respondia por deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento do Regulamento Geral da Competição de 2020. Mas, também foi absolvido juntamente com os membros de sua comissão técnica.