Marcellus Madureira-Valinor Conteúdo
02/12/2021
20:06
Belo Horizonte

O fim do jejum do Atlético-MG pelo título do Brasileirão tem vários personagens. Como Cuca, o técnico que voltou para reorganizar o time e ser o comandante da conquista. Ou os mecenas conhecido como 4 R's, que investiram bastante dinheiro em um projeto grandioso para o clube.

Entretanto, de todos os destaques, talvez nenhum tenha brilhado tanto quanto Hulk. O atacante chegou ao Atlético para fazer história e consegue ao levantar a taça nacional sendo o principal nome de um elenco recheado de peças fundamentais, como Diego Costa, Keno e Guilherme Arana.

>>> Campeão pelo Atlético-MG, Hulk tenta entrar no TOP-3 de lista histórica no clube no Brasileirão. Saiba qual!

O Rei do Galo foi homenageado por Hulk  e "liberou" o grito de campeão para o atleticano
Assim como Reinaldo, Hulk entrou para a história do Atlético-MG (Pedro Souza/Atlético-MG)

Hulk desembarcou em Belo Horizonte em janeiro como a principal peça do elenco para a disputa de todas as competições. Anunciado com muito marketing, o Galo aproveitou o nome para alavancar sua marca em todos os cantos do mundo. Além disso, venceu a disputa que tinha com Palmeiras pela contratação. 

O início do atleta com a camisa alvinegra, porém, não foi fácil. A expectativa que existia era de Hulk atuar no Galo como sempre fez por outros clubes onde passou: na ponta direita, carregando a bola para o centro do gramado para tentar um forte chute. Mas não foi assim que aconteceu.

>>> Atlético-MG é bicampeão! Veja os times com mais títulos de Campeonato Brasileiro desde 1959

Os primeiros jogos mostraram que o atleta não atuaria naquela posição. Hulk passou a ter poucas oportunidades por não render o esperado. Isso durou até um jogo pelo Campeonato Mineiro, contra o Athletic, quando o camisa 7 reclamou publicamente de Cuca por não ter grandes oportunidades.

- Queria estar jogando no meu melhor nível. Mas tenho de ter sequência de jogos e, infelizmente, não estou tendo isso. Desde que o professor Cuca chegou aqui, acho que não tive três, quatro jogos seguidos. É muito difícil - disse.

Nos jogos seguintes, Hulk passou a atuar como centroavante. E funcionou: quando o Atlético venceu o América de Cali pela Libertadores com dois gols do atacante, uma nova caminhada iniciava para Hulk e o Galo.

Hulk é artilheiro disparado do elenco em 2021: são 32 gols, a maior parte deles no Campeonato Brasileiro, com 18 marcados. Pela Copa do Brasil, competição em que o Galo está na final,  são mais seis. Além disso são 13 assistências na temporada.

Campeão português com o Porto, campeão na Rússia com o Zenit, campeão nacional na China com o Shanghai, Hulk agora marca seu nome na história do Atlético sendo campeão brasileiro como o protagonista da campanha que tirou o clube de uma incômoda fila de 50 anos.