Levir cobrou dos jogadores mais concentração após o time estar à frente por duas vezes contra o Danúbio e ceder  empate

Levir cobrou dos jogadores mais concentração após o time estar à frente por duas vezes contra o Danúbio e ceder empate- Bruno Cantini/Atlético-MG

Valinor Conteúdo
06/02/2019
17:58
Belo Horizonte

A avaliação do técnico Levir Culpi do desempenho do Atlético-MG diante do Danubio-URU, na estreia da Libertadores da América em sua fase preliminar foi de que a equipe mineira precisa de uma melhora considerável para seguir na disputa continental. Levir não ficou contente como o time cedeu por duas vezes o resultado de empate aos uruguaios, perdendo a chance de “matar” a classificação ainda no primeiro jogo.

O empate por 2 a 2 deu uma boa vantagem para o Galo, que pode empatar por 0 a 0 ou 1 a 1, garantindo passagem para a terceira fase preliminar da Libertadores, quando poderá encarar Barcelona-EQU ou Defensor-URU, antes de ingressar na fase de grupos da competição.

-Se o time não estivesse bem equilibrado, poderíamos perder a partida. Jogamos o suficiente para sair daqui com uma vantagem. Não foi o que o Atlético vai jogar. O Atlético vai subir de produção, tem que subir de produção. Se continuar assim a gente não consegue vencer a Libertadores. Ainda temos muita coisa pela frente- disse.

Mesmo “puxando a orelha” do time, Levir destacou o controle do jogo do alvinegro e o volume de jogo produzido pelo Galo durante a partida.

-Durante o jogo, eu vi a equipe do Danubio bem articulada, bem armada, uma boa equipe. Fizemos boas jogadas. Não seria um exagero dizer que o goleiro deles salvou a pátria, fez umas quatro ou cinco defesas que não sei como. O Victor também esteve bem. Foi um jogo bacana, interessante. Saímos com uma vantagem para jogar em casa. Agora, o jogo vai ser com nossa torcida. Aí é aquele espírito nosso de Libertadores. Não faltou empenho de ninguém, alguns ainda sentem a parte física. Todos procuraram fazer o melhor e foi um bom resultado. Não foi aquele grande jogo, nosso time vai jogar melhor durante a temporada, tenho certeza disso. Não faltou empenho, não faltou oportunidade, não faltou gols. Foi um resultado normal- explicou.

Levir foi direto e disse que para conseguir vaga na outra fase, o Galo precisa melhorar seu jogo e ter uma atuação mais firme no jogo da volta.

- É do que fizemos para melhor. É subir sempre um degrau. A ideia é essa. As oportunidades foram ótimas e suficientes para vencer o jogo. É criar as oportunidades e não perder. Um gol lá em BH fica mais fácil para trabalhar-concluiu.

O Atlético-MG receberá o Danúbio na próxima terça-feira, 12 de fevereiro, no Independência, às 19h15, para buscar a vaga na fase seguinte da Libertadores da América.