icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/04/2014
14:20

O Atlético-MG de 2013 é inspiração para o Grêmio de 2014. Não no estilo de jogar, mas no histórico dentro de casa. A campanha dentro do Horto no título da Libertadores do ano passado virou exemplo para que o Tricolor brigue pela melhor campanha geral. O que passa diretamente por uma vitória na quinta-feira, diante do Nacional (URU), na Arena.

Desde a vitória sobre o Atlético Nacional, na Colômbia, o discurso é de conseguir a melhor campanha. Ainda que depende de derrotas de Vélez Sarsfield e Santos Laguna, o Tricolor não quer ter uma queda de motivação contra os uruguaios. Embora a partida aconteça poucos dias antes da final do Gauchão, contra o Internacional.

- Acho que para o Atlético-MG facilitou muito ter tido a melhor campanha e decidido no Independência. Conseguiu reverter vantagens de dois gols de diferença e depois na final no Mineirão. Nós buscamos ter a melhor campanha, precisamos vencer o Nacional. E contar com um pouco de sorte dos adversários também perderem para que a gente possa conseguir - destacou o zagueiro Werley, criado no Galo.

O Grêmio terá a ausência de Luan nesta quinta. O jovem tem uma fratura na mão direita e foi operado na última sexta-feira. O seu substituto deve ser o argentino Alán Ruiz. A presença de Zé Roberto ainda não pode ser descartada, mas não deve acontecer. O camisa 10 se recupera de lesão no tornozelo esquerdo.

O elenco gremista volta aos trabalhos na tarde desta terça-feira, no Olímpico. Na quarta, trabalha também à tarde, mas na Arena, palco do jogo de quinta-feira.