icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
21:22

De volta ao G4. De virada, o Goiás bateu o Internacional, no Serra Dourada, por 3 a 1, e assumiu a terceira colocação do Campeonato Brasileiro. Walter foi destaque - como de costume - e marcou o primeiro gol, em impedimento claro não marcado, sem comemorar, por sua relação com o Colorado. Hugo e Roni também foram às redes. Otávio, oásis de qualidade em um time totalmente fora de órbita, descontou para os colorados. 

O Esmeraldio é terceiro com a vitória, já que o Grêmio ganhou do Flamengo na Arena, com 59 pontos. Já o Inter se mantém na 11ª colocação, com 45 pontos, e ficou mais próximo ainda da zona de rebaixamento, pela vitória do Bahia sobre o Náutico.

WALTER MARCA IMPEDIDO

O duelo marcou um confronto de velhos conhecidos. Um relação quase umbilical de ambos os lados. De verde, Walter, Rodrigo, Renan e Enderson Moreira, que tiveram passagens pelo Colorado. Ernando já tem pré-contrato assinado com os gaúchos para 2014. Do outro lado, Clemer, que jogou pelo Esmeraldinho, assim como Rafael Moura, com passagem destacada em Goiás.



De um lado uma equipe que tinha objetivos, que buscava uma vitória para galgar uma posição que pudesse a levar para a Libertadores do próximo ano. De outro, um time que só busca pontuar para não ficar mais perto da zona de rebaixamento. Natural que o Goiás entrasse mais objetivo e ligado que o Internacional, como aconteceu no início. Logo aos sete minutos, Renan Oliveira, dentro da área, quase marcou. Cartão de visitas dado.

O primeiro tempo foi equilibrado. De verde, Walter, sempre ele, foi quem desequilibrou. Pelo lado vermelho, o menino Otávio, 18 anos, se destacando atuando pela esquerda. Foi dele a primeira finalização dos gaúchos, aos 18 minutos. No minuto seguinte, o meia-atacante completou cruzamento bom de Cláudio Winck e desviou de cabeça, no contra-pé de Renan, para abrir o placar no Serra Dourada.

No lance do gol, Winck se machucou e saiu de campo para a entrada de Nathan Índio. O Goiás passou a pressionar mais em busca do empate. Walter, sempre ele, aproveitou erro da arbitragem, que não marcou impedimento - algo que causou reclamação exacerbada dos colorados, e aparou rebote para tocar na saída de Muriel, aos 25 minutos. Criado no Inter, o atacante não comemorou seu 13° gol no Brasileirão.

Até o final do primeiro tempo, o Goiás chegou algumas vezes dentro da área colorada. Roni teve chance na saúda de Muriel, enquanto Vitor costurou pela direita, mas foi travado no momento correto por Otávio. Por outro lado, Rafael Moura escapou pela direita, mas errou o cruzamento para Jorge Henrique, livre. Renan ficou com a bola e o placar seguiu igual.

GOIÁS VOLTA EM CIMA

Com poucos minutos de segundo tempo se percebeu que o Goiás ia buscar manter a vaga no G4 de qualquer maneira. Duas vezes, Walter, o grande nome esmeraldino, quase fez - uma delas acertando a trave. Muriel, aos 16, salvou duas vezes - embora a primeira tenha espalmado para o meio da área, quando deu nova chance para Roni finalizar.

Na metade de segundo tempo, Rafael Moura perdeu a cabeça. O centroavante passou a reclamar muito de uma falta na intermediária, com dedo em riste, e recebeu dois cartões amarelos pela conversa acintosa com o árbitro Wágner Reway.

Imediatamento, o Goiás passou a presisonar os gaúchos. Com um a mais, passou a trocar a bola e encaixotar o adversário. Aos 27 minutos, Roni girou sobre a marcação de Jackson, pela direita, e cruzou. Alan desviou para trás e Josimar, Nathan Índio e Hugo se enrolaram sobre a linha antes de a bola lentamente entrar. G4, novamente, já que o Grêmio vencia o Flamengo na Arena. Dez minutos depois, Roni completou cruzamento, de cabeça, e deu números finais à vitória.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Goiás vai ao Independência enfrentar o Atlético-MG, no sábado, às 21h, enquanto o Internacional enfrentará o Coritiba, no domingo, às 19h30, no Centenário.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 3 X 1 INTERNACIONAL

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data-Hora: 17/11/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wágner Reway (MT)
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Paulo César Silva Faria (MT)
Cartões amarelos: João Afonso, Willians, Rafael Moura (INT) Hugo (GOI)
Cartões vermelhos: Rafael Moura (INT)

Gols: Otávio - 21'/1°T (0-1), Walter - 25'/1°T (1-1), Hugo - 27'/2°T (2-1), Roni - 37'/2°T (3-1)

GOIÁS: Renan, Vitor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral (Thiago Mendes - 15'/2°T), David, Renan Oliveira (Tartá - 44'/2°T), Hugo e Roni (Ramon - 38'/2°T); Walter – Técnico: Enderson Moreira.

INTERNACIONAL: Muriel; Cláudio Winck (Nathan Índio - 21'/1°T), Jackson, Alan e Fabrício; João Afonso (Josimar - 19'/2°T), Willians, Otávio, D'Alessandro e Jorge Henrique; Rafael Moura - Técnico: Clemer.