icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
19/04/2014
10:04

Audinei Azevedo, empresário que foi desautorizado pelo Palmeiras na negociação pelo lateral-direito Jorge Moreira, do Libertad (PAR), desistiu de brigar pelo paraguaio. Depois do rompimento, ele declarou que continuaria na disputa e que dois outros clubes brasileiros haviam demonstrado interesse no jogador.

Nessa sexta-feira, Audinei reuniu-se com seus sócios espanhóis e decidiu que vai direcionar o dinheiro para trazer o atacante Felipe Gedoz, brasileiro de 20 anos que joga no Defensor (URU). Segundo ele, a ideia é comprá-lo para colocá-lo em um clube do país que já venceu a Libertadores e precisa de um atleta para a posição no momento - obviamente, não seria o Verdão.

- Os espanhóis ficaram muito chateados com a postura do Palmeiras e estamos fora da disputa pelo Moreira - disse Audinei, ao LANCE!Net.

Ele ofereceu 1 milhão de euros por Gedoz, mas o Defensor pede 2,7 milhões. As negociações seguem.

O empresário estava disposto a  comprar Moreira e colocá-lo no Verdão - o Libertad e o grupo de investidores que detêm os direitos estavam pedindo US$ 1,5 milhão (R$ 3,3 mi) - até que o clube avisou que não negociava mais com ele. José Carlos Brunoro segue à frente das tratativas e deverá ir para o Paraguai em breve. O Verdão tem três candidatos a investir nesta negociação, que é um pedido de Gilson Kleina.