icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
19:59

Destruidor de marcas, números e recordes, uma nova temporada vai começar para Messi, e o argentino já tem suas metas individuais traçadas para este ano. Até o fim dos próximos torneios, ele poderá ser o maior artilheiro do Campeonato Espanhol, da Liga dos Campeões, do Barcelona e da Argentina.

Além disso, ele pode aumentar outros recordes que já estão em suas mãos. Único com quatro prêmios de Melhor Jogador do Mundo, ele pode chegar ao quinto. Já o prêmio "Chuteira de Ouro", dado ao principal artilheiro da Europa, ele possui três, mais do que todos. Eusébio, Gerd Müller, Georgescu, Fernando Gomes, McCoist, Jardel, Henry, Forlán e Cristiano Ronaldo têm dois.

Com 215 gols pelo Campeonato Espanhol, ele já é o principal do Barça no torneio. Mas ainda está atrás de outros seis: Quini (218), Di Stéfano (227), Raúl (228), Hugo Sánchez (234) e seu maior alvo, Zarra (251). Na última temporada, marcou 46 vezes.

Messi é o terceiro maior goleador da Liga dos Campeões, com 59 gols. Com mais um, iguala Van Nistelrooy, e com mais 12, chega em Raúl, líder da lista. Em 2011 fez exatamente 12, e em 2012, fez 14.

Uma disputa interna é com Paulino Alcântara, maior artilheiro do Barcelona, contando amistosos (em partidas oficiais, ele já é o líder). Com 335 no total, faltam 34 para chegar no antigo jogador.

Na seleção argentina, ele igualou Crespo como segundo principal artilheiro, com 35, e deixou Maradona, com 34, para trás. Agora está atrás apenas de Batistuta, com 56.

Destruidor de marcas, números e recordes, uma nova temporada vai começar para Messi, e o argentino já tem suas metas individuais traçadas para este ano. Até o fim dos próximos torneios, ele poderá ser o maior artilheiro do Campeonato Espanhol, da Liga dos Campeões, do Barcelona e da Argentina.

Além disso, ele pode aumentar outros recordes que já estão em suas mãos. Único com quatro prêmios de Melhor Jogador do Mundo, ele pode chegar ao quinto. Já o prêmio "Chuteira de Ouro", dado ao principal artilheiro da Europa, ele possui três, mais do que todos. Eusébio, Gerd Müller, Georgescu, Fernando Gomes, McCoist, Jardel, Henry, Forlán e Cristiano Ronaldo têm dois.

Com 215 gols pelo Campeonato Espanhol, ele já é o principal do Barça no torneio. Mas ainda está atrás de outros seis: Quini (218), Di Stéfano (227), Raúl (228), Hugo Sánchez (234) e seu maior alvo, Zarra (251). Na última temporada, marcou 46 vezes.

Messi é o terceiro maior goleador da Liga dos Campeões, com 59 gols. Com mais um, iguala Van Nistelrooy, e com mais 12, chega em Raúl, líder da lista. Em 2011 fez exatamente 12, e em 2012, fez 14.

Uma disputa interna é com Paulino Alcântara, maior artilheiro do Barcelona, contando amistosos (em partidas oficiais, ele já é o líder). Com 335 no total, faltam 34 para chegar no antigo jogador.

Na seleção argentina, ele igualou Crespo como segundo principal artilheiro, com 35, e deixou Maradona, com 34, para trás. Agora está atrás apenas de Batistuta, com 56.