icons.title signature.placeholder Craque do Futuro - Norton Rafael
09/04/2014
18:36

As grandes atuações de Lúcio Curió com a camisa do América de Natal ainda fazem parte das lembranças de muitos torcedores potiguares. Em 2012, o atacante foi o destaque da equipe alvirrubra durante a Série B. Seus grandes feitos e gols marcados o elevaram a categoria de ídolo no Mecão.

Muito assediado, ao fim da temporada 2012, Lúcio se transferiu para o Gwangju FC, da Coreia do Sul. Na Ásia, o atacante novamente deixou sua marca: foram 13 gols em 32 partidas. Porém, as dificuldades de adaptação atrapalharam a sequencia da carreira de Curió no país asiático.

Sabendo da situação do paraibano na Coreia, o ABC foi à caça do Curió. Após a saída de Rodrigo Silva, o ataque alvinegro estava carente de um camisa 9.

Lúcio chegou ao Mais Querido com status de titular e propenso a se tornar ídolo no outro grande do RN. Acima do peso, atuando mal e com o time do ABC em péssima fase, Curió caiu em desgraça com a torcida.

No último domingo, Lúcio estive a frente de seu ex-clube, o América. Em mais uma atuação apagada, o atacante acabou sendo substituído na segunda etapa do Clássico-Rei, tomou uma sonora vaia da torcida do ABC e foi aplaudido de pé pela torcida do alvirrubro. Foi à gota d’água.

No treino desta terça-feira, no Frasqueirão, a torcida alvinegra protestou e pediu a saída do atacante. Em faixas, estendidas no alambrado do estádio, Curió foi chamado de “mascarado” pelos torcedores.

Procurada, a diretoria abcedista não quis se pronunciar sobre a situação do centroavante.

Nesta quarta-feira, o ABC encara o Santa Cruz, pela última rodada do Campeonato Potiguar.