icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/08/2015
15:35

Anunciada de forma inesperada como próxima desafiante ao cinturão de Ronda Rousey, Holly Holm recebeu a notícia com surpresa. A americana, ex-campeã mundial de boxe, soma duas vitórias no Ultimate, mas nenhuma expressiva a ponto de ser alçada ao título. Mas nada que a incomode. Escalada para encarar a campeã no dia 2 de janeiro, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 195, a lutadora diz estar preocupada em mostrar seu potencial e não liga para o motivo que a fes uma desafiante ao cinturão.

Em entrevista ao programa America's Pregame, Holm avaliou a oportunidade de encarar a maior estrela da organização e disse não se importar com a razão de ter sido escolhida para a luta pelo cinturão.

- Talvez seja uma daquelas coisas onde eles (o UFC) apenas querem me testar, meio que me jogarem lá. Talvez seja porque eles realmente pensem que eu estou pronta. Eu realmente não me preocupo muito com o porquê. Apenas quero aproveitar da melhor forma a situação. Por muito tempo as pessoas só falaram sobre a chave de braço de Ronda. Acho que ela quer provar que é mais do que isso, o que ela tem feito. Então essa é uma grande oportunidade dela mostrar do que é capaz - declarou a americana.

Anunciada de forma inesperada como próxima desafiante ao cinturão de Ronda Rousey, Holly Holm recebeu a notícia com surpresa. A americana, ex-campeã mundial de boxe, soma duas vitórias no Ultimate, mas nenhuma expressiva a ponto de ser alçada ao título. Mas nada que a incomode. Escalada para encarar a campeã no dia 2 de janeiro, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 195, a lutadora diz estar preocupada em mostrar seu potencial e não liga para o motivo que a fes uma desafiante ao cinturão.

Em entrevista ao programa America's Pregame, Holm avaliou a oportunidade de encarar a maior estrela da organização e disse não se importar com a razão de ter sido escolhida para a luta pelo cinturão.

- Talvez seja uma daquelas coisas onde eles (o UFC) apenas querem me testar, meio que me jogarem lá. Talvez seja porque eles realmente pensem que eu estou pronta. Eu realmente não me preocupo muito com o porquê. Apenas quero aproveitar da melhor forma a situação. Por muito tempo as pessoas só falaram sobre a chave de braço de Ronda. Acho que ela quer provar que é mais do que isso, o que ela tem feito. Então essa é uma grande oportunidade dela mostrar do que é capaz - declarou a americana.