icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
14/03/2014
08:03

O resultado talvez não tenha sido o que os mais de 43 mil tricolores que estiveram na Arena esperavam. Mas o 0 a 0 do Grêmio com o Newell's Old Boys manteve o Tricolor como a melhor campanha da Libertadores. E como o único time que não sofreu gols em três partidas na competição continental. Algo saudado para a sequência de dois jogos fora de casa no Grupo 6.

Os gaúchos irão enfrentar o Newell's, na próxima quarta, em Rosário, e o Atlético Nacional, na Colômbia. Com sete pontos, podem chegar já classificados ao jogo com o Nacional (URU), na Arena. A solidez defensiva demonstrada nas últimas partidas aumenta a confiança dos gremistas para os jogos longe de Porto Alegre.

Além da defesa bem postada, o Grêmio também tem outros méritos. Divide a ponta da classificação geral da Libertadores com Atlético-MG e Santos Laguna, com sete pontos. Lidera pelo saldo de gols maior - são quatro.

- Quando não tomamos gol, dá uma tranquilidade maior para defesa. Uma segurança. Estamos jogando bem posicionados, conversando bastante, dificultando a penetração dos adversários.. Tanto eu e o Werley e o Rhodolfo e o Wendell do outro lado. Temos que procurar os gols para conseguir as vitórias, se Deus quiser vai acontecer na próxima partida - comentou o lateral-direito Pará.

A conversa é um ponto destacado para que o entrosamento entre os zagueiros, laterais e volantes funcione. Enderson mantém a formação com três volantes, sendo Edinho um protetor da defesa. Ramiro e Riveros também auxiliam os laterais. E a parte tática também é exaltada, com todos cumprindo suas funções.

- Dá confiança para a gente trabalhar. Eles tiveram boa posse de bola, mas não finalizaram. É mérito do time que vem trabalhando forte - valorizou o lateral-esquerdo Wendell, um dos escapes ofensivos do time.

O Grêmio volta aos trabalhos na tarde desta sexta-feira, no Olímpico. No domingo, enfrenta o Pelotas, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. A viagem para Rosário começa na noite de segunda-feira. O Tricolor vai para São Paulo, onde dorme e pega o voo na terça para a cidade argentina.


Com muitas chances perdidas Grêmio só empata na libertadores