icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/06/2014
14:42

O zagueiro Frickson Erazo demonstrou preocupação com a defesa equatoriana para a próxima partida. O adversário é nada mais que a França, o melhor ataque da Copa ataque aqui, com oito gols em dois jogos. Ele falou da necessidade do grupo jogar bem, e com a jogada aérea.

"Uma grande equipe como a França exige um bom trabalho em equipe. Quando o adversário é perigoso no jogo aéreo, muito mais do que saltar. você precisa saber se posicionar na área", disse Erazo.

O Equador pode se classificar mesmo em caso de derrota. Para isso, a Suíça, que também tem três pontos, precisa perder para Honduras. Por outro lado, mesmo em caso de vitória tricolor, a classificação não é garantida, pois se os suíços derrotarem os hondurenhos, França, Equador e Suíça terminariam com seis pontos, com as duas vagas sendo decididas no saldo de gols. De qualquer forma, Erazo prefere pensar na sua parte para não depender muito do outro resultado.

"Eu, pessoalmente, não quero depender de ninguém, dependemos de nós mesmos", declarou o defensor do Flamengo.

O jogador lembrou frisou que o controle da ansiedade foi muito importante para o time conseguir a vitória sobre Honduras, e que manter a concentração será importante para a partida. Ao final, fez questão de elogiar os adversários.

"Então, contra Honduras, nós fomos capazes de controlar (a ansiedade) e melhorar. A aplicação será crucial. Analisamos o adversário, será difícil", finalizou Erazo.

O embate entre França e Equador será às 17h da próxima quarta, no Maracanã