icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão e Marcello Vieira
icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão e Marcello Vieira
16/07/2013
09:15

Nos últimos dois jogos, duas falhas que resultaram em derrotas para o Fluminense. Este é o cenário atual do goleiro titular tricolor, Diego Cavalieri. Mesmo com os erros, ele tem a confiança dos companheiros para voltar à boa fase, que o levou a ser eleito um dos melhores jogadores no título brasileiro do ano passado. Após o retorno da Seleção, a situação inverteu-se. Apoio e qualidade não faltam para o camisa 12 manter a cabeça em pé.

No clássico contra o Botafogo, Cavalieri assumiu a falha no gol de Seedorf. Contra o Internacional, o goleiro errou mais uma vez. O goleiro não foge da responsabilidade e, apesar dos pesares, segue com respaldo do técnico Abel Braga, que pretende resolver o problema na base da conversa. O preparador de goleiros, Marquinhos, apontou o caminho para a volta por cima.

– Vamos continuar trabalhando fortemente. Conversamos e isso já faz parte do passado. O problema vamos resolver dentro de campo.

Rumores dão conta de que o jogador vive problemas particulares. Fato este que pode ser decisivo para a má fase do camisa 12.

– Ele pode realmente estar vivendo uma fase ruim ou ter algo a mais atrapalhando. É preciso que tenha discernimento para avaliar a situação. Essa questão psicológica é complicada de avaliar – explicou Sâmia Hallage, especialista em psicologia esportiva.

Rhayner comenta sobre falhas na defesa tricolor

Nos últimos dois jogos, duas falhas que resultaram em derrotas para o Fluminense. Este é o cenário atual do goleiro titular tricolor, Diego Cavalieri. Mesmo com os erros, ele tem a confiança dos companheiros para voltar à boa fase, que o levou a ser eleito um dos melhores jogadores no título brasileiro do ano passado. Após o retorno da Seleção, a situação inverteu-se. Apoio e qualidade não faltam para o camisa 12 manter a cabeça em pé.

No clássico contra o Botafogo, Cavalieri assumiu a falha no gol de Seedorf. Contra o Internacional, o goleiro errou mais uma vez. O goleiro não foge da responsabilidade e, apesar dos pesares, segue com respaldo do técnico Abel Braga, que pretende resolver o problema na base da conversa. O preparador de goleiros, Marquinhos, apontou o caminho para a volta por cima.

– Vamos continuar trabalhando fortemente. Conversamos e isso já faz parte do passado. O problema vamos resolver dentro de campo.

Rumores dão conta de que o jogador vive problemas particulares. Fato este que pode ser decisivo para a má fase do camisa 12.

– Ele pode realmente estar vivendo uma fase ruim ou ter algo a mais atrapalhando. É preciso que tenha discernimento para avaliar a situação. Essa questão psicológica é complicada de avaliar – explicou Sâmia Hallage, especialista em psicologia esportiva.

Rhayner comenta sobre falhas na defesa tricolor