icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
24/06/2014
08:08

Aos poucos, Ricardo Gareca vai dando sua cara ao elenco do Palmeiras. Ele tem apenas uma semana no comando, mas já conseguiu dois reforços para dar ao Verdão o estilo do Vélez Sarsfield (ARG), time que comandou por quatro anos, entre 2009 e 2013.

Para a zaga, Fernando Tobio, de 24 anos, e seu comandado no time de Liniers, já está contratado, enquanto Pablo Mouche é a novidade para o ataque. O jogador de 26 anos foi comprado do Kayserispor (TUR) por R$ 9 milhões, e realizou na segunda exames médicos em São Paulo (SP). Embora não tenha trabalhado com El Flaco, o ex-atacante do Boca Juniors (ARG) foi um pedido do treinador.

Durante seus anos de Vélez, o comandante sempre usou o esquema 4-4-2, com um atacante do estilo de Mouche: rápido, que joga pelo lado do campo, acompanhando um centroavante, que por enquanto no time é Henrique (o clube ainda deseja reforçar a posição).

O novo atleta ficou marcado na Argentina por atuar aberto na esquerda, e não se destacou por conta dos gols - na Turquia, também, foram 13 gols em 62 jogos. Se o atacante tem um bom chute de longa distância, o canhoto é criticado por ter problemas para transformar em gols chances dentro da área.

Voluntarioso, no Boca acostumou-se a ajudar na marcação pelo lado esquerdo, e era uma figura importante para puxar contra-ataques por conta de sua boa velocidade. Sua qualidade para assistências, tanto em passes quanto em cruzamentos do fundo do campo, é elogiada, também.

No Vélez de Gareca, fizeram esta função jogadores como Juan Manuel Martínez, que passou pelo Corinthians, e Facundo Ferreyra, hoje no Shakhtar Donetsk (UCR).

Nenhum dos reforços foi anunciado pelo Palmeiras ainda – Tobio ainda depende da liberação do Vélez (seu contrato é válido até o dia 30) e Mouche, de últimos trâmites burocráticos. Mas com eles, o técnico vai tornando o Verdão mais argentino e próximo daquilo que já conhece.