icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/03/2014
22:10



O técnico Jayme de Almeida conquistou neste domingo, após a vitória diante do Botafogo, o segundo título à frente do Flamengo. Diferentemente do ano passado, quando o Rubro-Negro levou a Copa do Brasil, a comemoração pela conquista da Taça Guanabara foi restrita a um público de 9.348 pagantes. O comandante da Gávea comemorou o resultado, mas ressaltou que é melhor ter as decisões com um estádio cheio.

- Sempre valorizei o Carioca. A torcida do Flamengo gosta de ser campeã carioca. Estamos muito felizes por isto. Lutamos para ser campeão da Taça Guanabara pelo simbolismo e pela vantagem. Acabou o jogo e eu não sabia se teria festa (risos). Mas foi legal, é o sentimento de dever cumprido. Mas é sempre muito melhor você ir para uma decisão com o estádio cheio, a motivação cresce. O que precisa ser feito passa por um planejamento dos organizadores. Tem pessoas que ganham para fazer isso e precisam sentar, conversar e mudar - avaliou Jayme de Almeida.

De acordo com Jayme de Almeida, de todo o elenco, apenas três jogadores não entraram em campo nesta Taça Guanabara: Cesar, Luan e Fernando. Por ter usado praticamente todo o elenco, o treinador se orgulha do planejamento feito pelo Flamengo, dando resultado em campo mesmo com partidas sendo realizadas com o chamado time B.

- Futebol é resultado. Vejo uma evolução de todos. É um grupo grande e os resultados estão vindo. O Flamengo tem um grupo de atletas que tem treinado e trabalhado. Nós apostamos na qualidade de nosso elenco. Começamos com uma equipe completamente modificada. O calor esse ano foi duro, os jogos desgastantes, pouco treino. Fizemos um planejamento bem legal, fomos campeões faltando duas rodadas. Muita gente estava desconfiada com time B, mas deu certo. Estou muito feliz, o time correspondeu e está muito legal para todos - concluiu o treinador.

Flamengo vence o Botafogo e conquista a Taça Guanabara