icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2014
07:50

Chegou a hora da verdade na Série B do Campeonato Brasileiro. Se três times já garantiram vaga na Série A de 2015 e outros três tiveram seus rebaixamentos à Terceirona decretados, a 38ª última rodada da competição, iniciada ontem com o duelo entre os rebaixados Vila Nova e Portuguesa, ainda reserva fortes emoções. O sábado será decisivo em três frentes. Acompanhe em tempo real no LANCE!Net todos os nove duelos decisivos.

O Joinville busca o título e visitará o Oeste, que precisa vencer para seguir na Série B (veja mais detalhes abaixo). Ao Coelho catarinense basta um empate para a conquista. Mas o técnico Hemerson Maria foi enfático ao garantir que não trabalha com essa hipótese.

– Devemos entrar concentrados e jamais jogar pelo empate. O Joinville é a equipe na Série B que mais venceu, e vamos terminar dessa forma – disse, em coletiva.

Para os torcedores que não estarão no Municipal dos Amaros, existirá a possibilidade de acompanhar o jogo em dois telões montados no estacionamento da Arena.

Telões em Joinville e... telão em Campinas! O torcedor da Ponte que não estiver em Recife para o jogo da Macaca com o Náutico poderá assistir ao duelo em um telão montado do lado de fora do Moisés Lucarelli. E esse torcedor pode ter uma certeza, de acordo com o atacante Alexandro: não faltará dedicação na missão de conquistar o primeiro título oficial da centenária história da Ponte, que precisa vencer e torcer pela derrota do Joinville contra o Oeste.

– É o jogo da vida, se eu tiver que colocar a cabeça, sangrar e morrer pela Ponte Preta, é isso que eu vou fazer – destacou o jogador, artilheiro do time na Série B com 12 gols, ao site oficial do time campineiro.

A missão não é buscar o título, mas o feito, se alcançado, será histórico. O Boa só depende de si contra o Icasa pela inédita vaga na Série A.

E nada melhor do que apostar nas palavras do técnico Nedo Xavier, que já soma dois acessos pelo clube. Ele levou o time, ainda com o nome de Ituiutaba, para a Série B de 2011 e o Módulo I (Primeira Divisão) do Mineiro de 2012.

– É preciso entrega, atenção o tempo todo. Não se ganha jogo de véspera – destacou o treinador, ao site oficial do clube.

Além de Boa, Atlético-GO, Avaí, América-MG e Ceará lutam pelo retorno à elite. Já a luta de Bragantino, América-RN e Oeste é escapar da Série C. Veja os detalhes de cada um desses time abaixo. Sobra emoção para o sábado da Série B.

A BRIGA PELO TÍTULO

Joinville – A equipe catarinense precisa apenas de um empate diante do Oeste, em Itápolis, para celebrar o segundo título nacional de sua história – levou a Série C em 2011.  Soma 70 pontos, contra 68 da vice-líder Ponte, mas tem duas vitórias a mais (21 contra 19).

Ponte Preta – Precisa vencer o Náutico, time sem chance de acesso ou descenso, na Arena Pernambuco e torcer por um triunfo do Oeste contra o Joinville para conquistar o primeiro título oficial de sua história. Um dos trunfos é o aproveitamento como visitante: 57,4%, o melhor da Série B.

A DISPUTA PARA ESTAR NA SÉRIE A DE 2015

Boa – O time de Varginha só depende de si para alcançar um feito histórico. Basta uma vitória contra o já rebaixado Icasa em Juazeiro do Norte, no Mauro Sampaio, para que o inédito acesso à Série A se torne uma realidade. A possibilidade de acesso da equipe é 32%.

Atlético-GO – O Rubro-Negro goiano é quem tem mais chances de acesso (35%), pois atuará diante do seu torcedor, no Serra Dourada, contra o Santa Cruz. Mas, além de vencer a equipe pernambucana, o Dragão precisa de um tropeço do Boa contra o Icasa para disputar a Série A pela oitava vez.

Avaí  – O Leão da Ressacada foi integrante do G4 durante boa parte da Série B, mas deixou o grupo, perdeu fôlego e, graças a duas vitórias seguidas, voltou a ter chance de acesso (21%). Além de vencer o Vasco, na Ressacada, o time catarinense precisa de tropeços de Boa e Atlético-GO.

América-MG  – Se não tivesse perdido seis pontos por conta da escalação irregular do lateral-esquerdo Eduardo, o Coelho já teria concretizado o acesso. A chance de subir da equipe de Belo Horizonte é de 10%. Precisa vencer o Sampaio Corrêa em casa e ainda torcer pelos tropeços de Boa, Atlético-GO e Avaí.

Ceará – Assim como Avaí e América-MG, também figurou no G4 em boa parte da Série B. O Vozão de Magno Alves, artilheiro do futebol brasileiro no ano (37 gols), tem apenas 2% de chance de acesso. É vencer o Luverdense no Mato Grosso e torcer contra os quatro rivais.

MISSÃO: ESCAPAR DA SÉRIE C

Bragantino –  A possibilidade de rebaixamento da equipe, de sete temporadas consecutivas na Série B, é 70%. O Bragantino precisa vencer o ABC, já livre da possibilidade de descenso, no Frasqueirão e ainda torcer por empate ou derrota do América-RN diante do Paraná.

América-RN – Uma das surpresas da Copa do Brasil, após eliminar Fluminense, com direito a goleada histórica em pleno Maracanã, e Atlético-PR, estava em situação muito delicada na Série B, mas conseguiu deixar a zona do descenso na última rodada. O risco de queda é de 27%. Visitará o Paraná, no Durival Britto, e precisa apenas fazer a sua parte.

Oeste –  A equipe de Itápolis tem 3% de chance de ser rebaixada, mas precisará vencer o líder Joinville, no Municipal dos Amaros, para não depender do tropeço de América-RN ou Bragantino. Soma 45 pontos, contra 43 dos rivais, mas tem uma vitória a menos (11 a 12).

CONFIRA OS JOGOS DA 38ª E ÚLTIMA RODADA DA SÉRIE B

28/11 – Sexta-feira

Portuguesa x Vila Nova – Serra Dourada

29/11 – Sábado

16h20

Atlético-GO x Santa Cruz – Serra Dourada
Icasa x Boa – Mauro Sampaio
América-MG X Sampaio Corrêa – Arena Independência
Náutico x Ponte Preta – Arena Pernambuco
Oeste x Joinville – Municipal dos Amaros
Luverdense x Ceará – Passo das Emas
ABC x Bragantino – Frasqueirão
Avaí x Vasco – Ressacada
Paraná x América-RN – Durival de Britto