icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/04/2014
07:54

Anelka quebrou o silêncio. O atacante francês, que foi de novo reforço do Galo a motivo de piada para os rivais atleticanos por nunca ter pisado no Brasil desde o anúncio do presidente Alexandre Kalil, resolveu dar sua versão dos fatos.

Em um vídeo gravado no dia 8 de abril, mas publicado nesta quarta-feira nos perfis oficiais do jogador nas redes sociais, Anelka garantiu que nem mesmo chegou a se encontrar com representantes do clube brasileiro.

- É uma história fantástica. Certamente recebi uma oferta do clube por meu agente, mas eu nunca falei com o presidente do clube, eu nunca aceitei a oferta. Não sei como eu poderia assinar. Então me façam um contrato. Não é verdade, é mentira. Vou ficar mais em casa, tirar férias, me ocupar com meus filhos - disse ele, no vídeo que tem pouco mais de dois minutos.


Torcida já esperava o atacante Anelka no Atlético-MG (Foto: Ramon Bitencourt/ LANCE!Press)

Em vez de vir ao Brasil, como era esperado pelo Galo, Anelka foi para o Kuwait, aproveitar as férias. Muçulmano, ele participou de uma festa religiosa. Diante dos desencontros, o Atlético-MG resolveu anunciar que o jogador não viria mais.

Confira a íntegra do que Anelka falou

Este é um pequeno vídeo para falar das minhas notícias. Hoje estamos no dia 8 de abril, terça-feira, e vou me levantar para mostrar, assim ninguém pode dizer que sou um mentiroso. Terça, 8 de abril. Sou obrigado a fazer um vídeo porque vejo tudo o que se fala em relação às minhas notícias. Como eu a conheço, sei que a imprensa vai tentar me fazer passar como o vilão nessa história.

Eu sou supostamente esperado quinta-feira no Brasil, porque eu teria, supostamente, chegado a um acordo com um time brasileiro. Eu teria, também supostamente, assinado um contrato com esse clube. É uma história fantástica. De qualquer maneira, não estou a par. Recebi uma oferta desse clube por intermédio de um agente, mas jamais falei com seu presidente, com nenhuma pessoa do clube, jamais aceitei a oferta. Portanto, não sei como posso ter assinado esse contrato. É uma história extraordinária.

Estou no futebol há 20 anos e nunca vi algo assim. Mas um dia ou outro isso iria acontecer. Ainda mais comigo. Tudo isso aqui é para dizer que não é verdade. É falso. Disse recentemente que iria tirar férias. É isso que estou fazendo, é isso que tinha a intenção de fazer. Já sei onde quero chegar. Se em algum momento eu decidir continuar jogando, não será no Brasil.