icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2014
14:15

Acabou o ciclo de Alejandro Sabella à frente da seleção argentina. A imprensa do país vizinho dá conta de que o treinador anunciou nesta terça-feira a decisão de não continuar ao presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona. Em sua justificativa, o técnico disse que não tinha mais energias para continuar.

- Tenho que encher o tanque com energia, que às vezes me está faltando. Tenho que pensar se estou em condições de dar 100%, que é o que peço aos jogadores - disse o técnico.

A renúncia de Sabella já era esperada após a final da Copa do Mundo, em que a Argentina perdeu para a Alemanha por 1 a 0, há 16 dias.

Os dirigentes argentinos terão o mês de agosto para escolher o novo treinador. O primeiro compromisso da Argentina pós vice-campeonato mundial é contra a própria Alemanha, no dia 3 de setembro, em Dusseldorf. O nome mais cotado para o lugar deixado por Alejandro Sabella é o de Tata Martino, ex-treinador do Barcelona e do Newell's Old Boys.