icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
01/11/2014
08:00

A reviravolta na política do São Paulo, que teve como ápice a saída do ex-presidente Juvenal Juvêncio da diretoria do futebol de base, ficou mais do que comprovada na noite da última sexta-feira. O atual mandatário, Carlos Miguel Aidar, celebrou a presença de adversários políticos em evento no Morumbi e dialogou até mesmo com líderes das torcidas organizadas.

O vereador Marco Aurélio Cunha, líder da oposição nas eleições de abril, já vinha se reaproximando da diretoria desde a queda de Juvenal e participou do lançamento de revistas customizadas do Tricolor. Além do político e ex-dirigente, alguns ídolos que apoiaram os oposicionistas, como Careca e o uruguaio Darío Pereyra, também compareceram ao evento e foram saudados com fortes abraços de Aidar.

A recepção calorosa a Careca foi a que mais chamou a atenção. Os dois trabalharam juntos no primeiro mandato do presidente, ainda na década de 1980. Depois do título do Campeonato Brasileiro de 1986, Aidar negociou o centroavante com o Napoli (ITA), em transferência que deixou o ídolo irritado na época. Careca, no entanto, assegura que o entrevero ficou no passado.

- Tínhamos uma carta de valores já combinada que era para me liberar em caso de uma proposta, mas o Aidar endureceu. Eu reclamei porque era minha chance de ter segurança financeira... Depois a venda foi por uma quantia maior... Fiquei chateado na época, mas depois que fui dirigente também eu entendi a posição do Aidar. Para mim não há mais nenhum problema, não guardo nada - disse Careca.

Além da aproximação com peças estratégicas na política do clube, Carlos Miguel Aidar sinalizou diálogo com as torcidas organizadas. Enquanto fazia seu discurso no lançamento das revistas, o presidente chamou os líderes das principais facções do São Paulo ao palco, fez algumas piadas e destacou o apoio dos torcedores nas arquibancadas. Quando assumiu a presidência em abril, Aidar assegurou que uma de suas primeiras medidas seria corta as verbas e ingressos direcionados às organizadas.