Camila Giorgi Fed Cup 2016

Foto: Fed Cup -Divulgação

Tênis News
02/04/2016
16:33
Roma (Itália)

Três dias, este é o prazo dado pela federação Italiana de Tênis (FIT) a sua número três, Camila Giorgi, para reconsiderar a decisão de abandonar a disputa da Fed Cup nos playoffs do Grupo Mundial contra a Espanha em Lleida, fora de casa.

O prazo dado pela FIT foi informado por jornalistas italianos, que disseram que a jogadora de 24 anos está entre oficialmente entre as convocadas pelo capitão Corrado Barazzutti, mas que teria declinado porque disputará o torneio qualificatório do WTA de Stuttgart, na Alemanha, no final de semana entre 16 e 17 de abril, quando será realizado o confronto de playoffs.
Camiela Giorgi e seu pai e treinador, o argentino Sergio Giorgi, assinaram ao inicio da temporada um acordo que inclue apoio financeiro e de estrutura de treinos para a jogadora durante 2016 e em troca a tenista estaria à disposição para disputar a Fed Cup em todos os embates do ano.

De acordo com a colunista da Matchpoint Magazine, da Itália, Angelica Fratini, caso realmente decline da disputa na Espanha, Giorgi terá que devolver €145 mil para a FIT. O valor está estipulado como multa do contrato e é o valor equivalente ao apoio dado pela federação à jogadora.

Caso fure o quali de Stuttgart, Giorgi acumularia no máximo de € 2.339,00 e somaria aí o valor da participação na primeira rodada do torneio, que é de € 2.532,00.

Ao fim, caso desista da Fed Cup e ainda perca na primeira rodada em Stuttgart, a tenista perderá o apoio da FIT, precisará devolver € 145 mil, terá ganho apenas € 4.871,00 de premiação e ainda terá de arcar com gastos em treino.

O ultimato a jogadora acaba na próxima terça-feira, dada em que as federações são obrigadas a entregar à federação Internacional de Tênis, as listas de convocadas para o próximo confronto.
Giogi disputou a primeira rodada do Grupo Mundial da Fed Cup por seu país contra a França e perdeu o confronto contra Caroline Garcia e venceu o duelo com Kristina Mladenovic.

O ponto conquistado por Giorgi foi o único da Itália no embate que levou a França à semifinal do torneio, onde encara a Holanda.