Djokovic

Novak Djokovic (Foto: AFP / KARIM JAAFAR)

TÊNIS NEWS
20/01/2016
10:01
MELBOURNE (AUS)

Número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic passou com relativa facilidade pela segunda rodada no Australian Open. Bateu o o francês Quentin Halys, 187º da ATP, e está na terceira rodada.

Djokovic enfrentou um jovem de 19 anos que tem um bom futuro pela frente. Com um belo saque e golpes firmes e equilibrados, Halys embalou no saque a partir do segundo set e fez um bom papel contra o quase imbatível sérvio. O jogo durou 1h40min e teve parciais de 6/1, 6/2 e 7/6(3).

O primeiro set foi muito fácil. Assutado com a magnitude do jogo, o francês foi presa fácil para Djokovic. Mesmo tendo

vencido o segundo game do jogo e primeiro em seu saque, que durou mais de dez minutos, Halys não ofereceu resistência e, quebrado duas vezes, viu Djoko fazer 6/1 em 28 minutos.

Na segunda parcial, Djokovic começou quebrando o saque de Halys e logo fez 2/0. O sérvio passeava em quadra. A partir daí, Halys começou a pôr seu bom saque com regularidade em quadra e confirmar seus serviços com mais facilidade e mais constantemente.

No sexto game, o francês teve 0-30 e viu-se pela primeira vez na dianteira em um game de saque do número um. No entanto, Djokovic mostrou por que é o melhor, jogou magistralmente e abriu 4/2. Na sequência, aproveitou o abalo causado no adversário e quebrou o francês pela segunda vez na parcial para, em seguida, fechar em 6/2, novamente em 28 minutos.

Na terceira etapa, Halys surpreendeu e, após confirmar o saque e fazer 15-40 no serviço do sérvio, contou com uma devolução que tocou na fita e impossibilitou Djoko de alcançar a bola para quebrar o sérvio pela primeira vez na partida.

A alegria do francês durou pouco, no entanto. Djokovic jogou, pela segunda vez na partida, como melhor do mundo, devolveu a quebra e logo em seguida empatou a parcial em 2/2. Halys manteve-se mais estável a seguir e confirmou dois saques com certa facilidade, enquanto o sérvio também fechava seus games com tranquilidade. No nono game, em 4/4, quando tenistas jovens geralmente sentem a pressão, Halys teve personalidade, foi para cima e conseguiu fazer 5/4. Halys continuou agressivo, conseguindo confirmar mais um saque, ao passo que Djoko confirmava seu saque com incrível facilidade. O jogo foi para o tiebreak.

Na decisão, o francês começou de forma espetacular. Num duro ponto em que Djokovic deu um cruzada angulada na rede, ele chegou na corrida e executou, por fora da rede, uma passada espetacular, para delírio da torcida e surpresa do número um. Mas Nole não se abalou, conseguiu o minibreak logo em seguida e administrou o tiebreak até fechar em 7/3, e o jogo em 3x0.

Na próxima rodada, Novak Djokovic enfrenta o vencedor do jogo entre o italiano Andreas Seppi, 28º pré classificado no Grand Slam australiano, e o americano Denis Kudla.