Bellucci x Djokovic

Novak Djokovic (Foto: AFP / TIZIANA FABI)

TÊNIS NEWS
15/05/2016
17:12
ROMA (ITA)

Depois de perder, para Andy Murray, a final do Masters 1000 de Roma, por um duplo 6/3, o sérvio Novak Djokovic concedeu entrevista coletiva, em que lamentou seu esgotamento físico e revelou o que fará na semana na semana que resta até o início de Roland Garros, único Grand Slam ainda não conquistado por ele.

“Tentei fazer minha mente convencer meu corpo de que eu poderia fazê-lo [vencer o jogo], apesar de me sentir mal [fisicamente]. Mas o crédito é totalmente de Andy [Murray]”, disse sobre a partida deste domingo.

Na sequência, o sérvio explicou a polêmica do jogo deste domingo. No segundo set, ele foi visto, pelas câmeras de TV, discutindo asperamente com o árbitro de cadeira argentino, Damian Steiner, naquilo que pareceu um clamor pela paralisação da partida, por causa da chuva que caía de forma quase intermitente no Foro Itálico.

“Eu não tentei fazer com que o jogo fosse adiado. [Eu] Queria que o staff do torneio arrumasse a quadra por cinco minutos [para torná-la melhor do que estava no momento e mais segura]. Quase torci meu tornozelo em duas ou três oportunidades”, alegou.

“O árbitro estava com tudo hoje, ele realmente queria mostrar sua autoridade. Parabéns para ele”, cutucou, ironicamente.

Por fim, projetando sua semana anterior ao início do major parisiense, o tenista de Belgrado deixou claro que vai priorizar a recuperação física. “[Vou] Descansar e me recuperar. Só depois, pensarei em treinamentos. Já tive muito tempo no saibro [já está acostumado], minha confiança ainda está alta”.