Léo Saueia e Russel Dias
08/12/2016
08:05
São Paulo e Santos (SP)

Cleber, Guerra, Berrío, Robinho, Vladimir Hernández... qualquer um dos jogadores que esteja na mira do Santos para 2017 (o último já foi contratado) se encaixam no perfil desejado pelo técnico Dorival Júnior, São jogadores com características para a disputa da Copa Libertadores, torneio que o clube voltará a disputar após quatro temporadas.

Algumas das características que compõem o perfil são experiência internacional, preço justo, bom histórico de convivência em grupo e vontade de jogar no Peixe. A diretoria alvinegra acredita que esta seja a receita para chegar longe no principal torneio de clubes da América do Sul.

Todos os já sondados, com exceção de Robinho, foram avisados do teto salarial do clube: R$ 200 mil mensais. O zagueiro Cleber, que está no Hamburgo, da Alemanha, já concordou com a oferta salarial do Alvinegro e aguarda o acerto entre os dois clubes. O Peixe enviou o empresário Luiz Taveira para representá-lo na negociação. Os empresários do defensor intermediaram a negociação com os alemães.


Desde que contratou Copete, a diretoria passou a olhar para o mercado da Colômbia por causa dos baixos valores em comparação com as pedidas de atletas brasileiros. Guerra e Berrío, do Atlético Nacional, por exemplo, têm valores considerados aceitáveis pelo Santos, além do título da Libertadores deste ano na bagagem e chance de levarem também o Mundial.

Com diversos nomes na lista de desejos, a prioridade segue sendo a contratação de um zagueiro que chegue para assumir de cara a condição de titular e de outro tratado como aposta e com custos inferiores aos que o clube aceita investir em Cleber.

Em seguida, o ataque será o setor a ser remontado, já que Paulinho e Joel não estarão na Vila Belmiro em 2017 - ambos voltam para Flamengo e Cruzeiro, respectivamente. Mesmo com o acerto com Vladimir Hernández, o clube busca mais um nome que possa jogar pelos lados do ataque.

Sabendo dos critérios santistas, o processo seletivo será longo até o começo da Libertadores.