Allianz Parque

Gramado do Allianz Parque danificado após um dos shows de 2015 FOTO: (Arquivo L!)

Fellipe Lucena
02/01/2016
08:00
São Paulo (SP)

A World Sports, empresa contratada pela WTorre para fazer a manutenção do campo do Allianz Parque, está trocando toda a grama do estádio. A promessa é minimizar o prejuízo causado por shows nos jogos do Palmeiras.

Com a tecnologia que será utilizada, a construtora espera que seja possível realizar uma partida dois dias depois de um grande show, algo impossível até o ano passado. As partes da grama que forem danificadas poderão ser trocadas com facilidade no dia seguinte ao espetáculo e se fixarão rapidamente.

Na Copa do Brasil de 2015, o Palmeiras cogitou levar ao Pacaembu os jogos das quartas, contra o Internacional, e da semi, contra o Fluminense. Cinco dias antes do encontro com o Colorado, a cantora Katy Perry se apresentou na arena. Quatro dias antes do duelo com os cariocas, houve show da banda Muse. No fim, os dois jogos foram no Allianz Parque e o gramado, apesar de algumas falhas visíveis, não atrapalhou.

A reforma tem sido feita de forma silenciosa. Os trabalhos começaram após o dia 20 de dezembro, quando o novo Palestra Itália recebeu o festival musical All Colors, mas só os torcedores que fizeram o Allianz Parque Tour no fim de ano puderam ver como está o campo no momento.

A ideia da administração do estádio é promover uma coletiva de imprensa neste mês para dar detalhes do novo gramado. Antes, a World Sports não está autorizada a falar. Nem o presidente do Verdão, Paulo Nobre, tem recebido informações.

– Para mim, ninguém passou nada. Talvez tenha passado para o jurídico ou alguma coisa na arbitragem, não sei dizer. Mas, para mim, a WTorre não passou nada – disse, ao LANCE!.

Pelo cronograma montado, o Verdão poderá usar seu estádio em seu primeiro compromisso como mandante no Paulistão, em 3 de fevereiro, contra o São Bento. Até lá, o campo não receberá nenhum evento para que a reforma não seja atrapalhada.

Três atrações já confirmadas

Entre março e abril, o Allianz Parque receberá três grandes atrações: Marron 5 (dias 17 e 19 de março), Iron Maiden (26 de março) e Coldplay (7 de abril). No Paulistão, todos os shows serão seguidos por jogos do Verdão fora de casa. A Libertadores estará em andamento, mas ainda não teve a tabela divulgada.

Por contrato, quando o clube é impedido de jogar em sua arena por causa de outro evento agendado pela WTorre, a construtora precisa pagar uma multa de 50% da renda bruta do jogo em questão. Ao longo de 2015, a ausência deste repasse ampliou a guerra entre as partes.

A crise do gramado em 2015

Jogo da Seleção - Em junho, o técnico Dunga e alguns jogadores da Seleção Brasileira criticaram o gramado do Allianz Parque, que recebeu o amistoso contra o México. Na ocasião, a grama de verão havia sido trocada pela de inverno, que ainda não estava fixada.

Crítica da diretoria - Dias depois, o Palmeiras e Fluminense se enfrentaram em um gramado cheio de buracos, manchas e imperfeições. Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão, foi aos microfones e classificou a situação como “pífia, ridícula, lamentável e vergonhosa”.