Gabriel Santos

Gabriel Santos estará nos Jogos Universitários Brasileiros (Foto: Divulgação)

LANCE!
19/10/2017
08:20
Goiânia (GO)

Os Jogos Universitários Brasileiros (JUBS), maior competição universitária da América Latina, serão abertos nesta quinta-feira, em Goiânia, com a cerimônia de abertura, às 19h (de Brasília). As disputas começam na sexta-feira. Os principais destaques são três nadadores olímpicos que brigarão por medalha: Gabriel Santos, Daynara de Paula e Larissa Oliveira.

Gabriel, que cursa Educação Física na Unip, é apontado como esperança das piscinas nos últimos anos e integrou a equipe brasileira no revezamento 4x100m livre na Olimpíada do Rio. O time ficou em quinto lugar. Este ano, foi prata na mesma prova no Mundial de Budapeste, ao lado de Cesar Cielo, Bruno Fratus e Marcelo Chierighini.

Larissa, que é estudante do mesmo curso e mesma instituição de Gabriel, conquistou a prata no revezamento 4x50m medley misto do Mundial de piscina curta de Windsor e disputou cinco provas na Rio-2016, sem ir às finais: terminou emi 21º nos 100m livre e em 35º nos 200m livre. Ainda ficou em 13º no revezamento 4x100m medley e em 11º no 4x100m e no 4x200m livre.

Já a amazonense Daynara, que cursa Administração na Unip, tem três Olimpíadas no currículo: em Pequim-2008, não passou das eliminatórias nos 100m borboleta. Em Londres-2012, foi eliminada nas classificatórias dos 100m borboleta e 100 m livre. Na Rio-2016, chegou pela primeira vez à semifinal, nos 100m borboleta.

Serão 20 modalidades no programa, em praças esportivas de Goiânia, Trindade e Aparecida de Goiânia, até o dia 28 de outubro: badminton, basquete 3×3, judô, atletismo, natação, vôlei de praia, tênis, tênis de mesa, xadrez, JUBs Acadêmico, Fifa 2017 (eletrônico), natação e tênis de mesa paradesportivos, basquete, futsal, handebol e vôlei. Três são novidade: taekwondo, League of Legends e atletismo paradesportivo.

Os JUBS terão 4.500 participantes dos 26 Estados e do Distrito Federal, dentre delegações, árbitros, voluntários e Comitê Organizador. 

Pela competição, já passaram nomes como Bernardinho, Marilson dos Santos, Sarah Menezes, Joanna Maranhão, Alison e Bruno Schmidt. Na Rio-2016, 53% dos medalhistas brasileiros foram atletas do desporto universitário.