Filha de Renato Gaucho Carol Portaluppi

Renato e sua filha, Carol Portaluppi, comemoraram juntos o título da Copa do Brasil (Foto: JEFFERSON BERNARDES/AFP)

RADAR/LANCE!
11/12/2016
16:08
Porto Alegre (RS)

Já de férias e ainda no clima de festa pela recente conquista da Copa do Brasil com o Grêmio, Renato Portaluppi falou sobre um dos episódios que marcou a semifinal da competição: a punição proposta ao Tricolor pela entrada de sua filha, Carol Portaluppi, no gramado da Arena, após o fim do jogo diante do Cruzeiro.

- Aquilo foi um gesto de carinho de amor de pai pra filha e ela veio ali na maior inocência. Chamei-a na maior inocência também. As pessoas fizeram uma tempestade num copo d´água que não era necessário. A Carol é meu amuleto da sorte. Meu anjo que está sempre comigo me dando sorte - explicou o treinador, em entrevista ao Esporte Espetacular. 

Na ocasião, o STJD puniu o Grêmio com uma multa e a perda do mando de campo na final diante do Atlético-MG, mas a decisão foi suspensa. Na Arena, o Tricolor pôde comemorar ao lado de seu torcedor o fim de um jejum de 15 anos sem títulos nacionais. Feito este que fez o torcedor gremista aumentar sua idolatria por Renato, campeão mundial com o clube gaúcho em 1983, e que também gerou a sugestão do próprio treinador de levantar uma estátua sua na Arena.

- A história da estátua é verdadeira (risos) Que fique bem claro. Foi um pedido que eu fiz e eu acho que eu mereço não é? Por tudo que eu já fiz pelo clube - disse, revelando também um outro sonho: o de treinar a Seleção Brasileira. 

- O meu sonho sem dúvida alguma é um dia chegar à Seleção Brasileira sim. Hoje nós estamos muito bem representados pelo Tite, que está fazendo um trabalho maravilhoso. Desejo toda a sorte do mundo pra ele lá na Copa do Mundo. Como chegou a vez dele pode chegar a minha vez também. Eu trabalho pra isso e eu sei que um dia esse sonho eu vou realizar – contou o técnico.

Sem Renato e muitos dos titulares, que já foram liberados pela diretoria, o Grêmio enfrenta o Botafogo neste domingo, às 17h (de Brasília), na Arena, em Porto Alegre, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.