Guiherme Biteco

Meia de 23 anos chegou no Paraná no início do ano e tem vínculo até o final da Série B. (Monique Vilela/Banda B)

LANCE!
13/04/2017
21:40
Salvador (BA)

O Paraná venceu o Vitória nesta quinta-feira por 2 a 0, no Barradão, pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. Quem decretou o triunfo e a boa vantagem foi o meia Guilherme Biteco, que desabou no choro após marcar.

O meia entrou em campo aos 26 minutos do segundo tempo, substituindo Renatinho, quando o placar já era favorável ao Tricolor. Recuada, a equipe paranista esperava usar a velocidade para encaixar um contra-ataque e matar o jogo.

Com 43, os dois jogadores que entraram na etapa final fizeram a jogada. Guilherme Biteco tocou para Diego Tavares na ponta da área, que driblou um marcador e mandou cruzado para o meio-campista escorar para as redes.

Esse foi o primeiro gol do jogador com a camisa paranista. Na comemoração, o atleta se emocionou e mostrou uma camisa com imagens do irmão Matheus Biteco, morto na tragédia do avião da Chapecoense, no final de novembro de 2016.

- Passa um filme na cabeça. Acredito que ele está muito feliz com meu gol e com as atuações que estou tendo. É muito duro treinar todo dia, eu sou o pilar agora não só da minha família, como a dele também. Eu choro muito e está sendo muito difícil. Com a ajuda do grupo, estou dando a volta por cima - falou.

Pelo Paraná, Biteco tem dez jogos e um gol agora. Ainda sem estar 100% fisicamente, o meia se alterna entre titular e reserva, entrando no decorrer dos duelos. O contrato de empréstimo do jogador é até o final da Série B.

- Nós vinhamos esperando esse gol há um bom tempo. Não só pela homenagem que ele ia fazer para o irmão, mas para o que representa para o grupo. O gol não foi só do Biteco, mas de toda a torcida paranista. O segundo gol premiou todo o trabalho - afirmou Wagner Lopes, em entrevista coletiva.

Os dois times voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, às 19h30, na Vila Capanema. O Paraná passa às oitavas de final com qualquer vitória ou empate, enquanto o Vitória precisa vencer por três gols ou com dois a partir de 3x1. O 2x0 rubro-negro leva aos pênaltis.