Time do Caju

Time do Caju venceu por goleada arrasadora (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
05/06/2016
19:46
Rio de Janeiro (RJ)

A Copa UPP 2016 – campeonato de futebol que reúne policiais e moradores de comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) – começou marcada por goleadas neste fim de semana, quando foram realizados 12 partidas.

Nesta primeira rodada, a equipe da Barreira do Tuiuti aplicou uma sonora goleada de 5 a 1 no Arará Mandela, enquanto o time do Caju também não quis saber de placar magro, com um impiedoso 5 a 0 sobre a comunidade da Chatuba. As doze partidas dessa fase foram realizadas sábado e domingo em três campos: Estádio Ítalo del Cima, Centro Esportivo Miécimo da Silva (ambos em Campo Grande) e o campo de futebol do Quartel dos Bombeiros (CBMERJ), em Guadalupe.

- O futebol reúne valores como respeito, disciplina e, principalmente, integração. Fazemos um campeonato profissional, com árbitros federados, equipe médica, treinadores, toda a estrutura de um torneio oficial. É maravilhoso ver a integração dos moradores e policiais, jogando e torcendo juntos. E depois, saírem dali com oportunidade de desenvolvimento profissional e educacional - afirmou Marco Antônio Cabral, secretário de Estado de Esportes, Lazer e Juventude, que acompanhou as partidas de sábado no campo do CBMERJ, em Guadalupe. 

O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, e o embaixador da competição, o ídolo flamenguista Andrade, também estiveram presentes.

- A Copa UPP promove a convivência em grupo e a integração entre policiais e moradores, com a inserção desses jovens na faculdade e descobrindo novos talentos no futebol. Devemos agarrar todas as oportunidades que aparecerem, pois elas podem mudar nossa vida para sempre - disse Andrade.

Um dos jogadores que se destacaram neste fim de semana foi o camisa 19 da comunidade do Caju, Ricardo Mathias, que ajudou a aplicar a goleada de 5 a 0 sobe a Chatuba com dois gols. Já o jogo mais disputado de sábado foi resolvido pelo camisa 10 da equipe do Vidigal. O jogador amador de futebol de areia, Jadson Silva, de 24 anos, conseguiu uma vitória suada de 1 a 0 contra o time de Manguinhos

- Nosso time errou muitos passes, estamos nos adaptando, mas mesmo assim conseguimos a vitória. Vamos chegar longe - prometeu o meia.

Os 90 integrantes das três primeiras equipes da competição receberão bolsas de ensino à distância. Também serão sorteadas seis bolsas de graduação e/ou pós-graduação presencial na Universidade Estácio de Sá entre as três equipes mais bem colocadas. Os árbitros de todos os jogos são selecionados pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), que promove o torneio, viabilizado por meio da Lei Pelé, com o apoio do Instituto Masan.

Prêmio

Bolsas de estudo e, em especial, a aproximação entres jovens e policiais. O torneio irá até 30 de julho, aos sábados e domingos, e contará com a participação de 1.050 jogadores de 35 comunidades. Esta é a segunda edição do projeto, desenvolvido pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado do Rio de Janeiro, com realização da Ferj.

Resultados do primeiro dia da Copa UPP (04/06):
Formiga 3 X 1 Batan
Manguinhos 0 X 1 Vidigal
Cajú 5 X 0 Chatuba
Arara Mandela 1 X 5 Barreira Tuiutí
Fé e Sereno 0 X 2 Providência
São Carlos 2 X 1 Jacarezinho

Resultados do segundo dia da Copa UPP (05/06):
Camarista Méier 2 X 3 Adeus Baiana
Alemão 1 X 3 Borel
Pavão Pavãozinho/Cantagalo 4 X 2 Fazendinha
Rocinha 5 X 0 Andaraí
Babilônia/ Chapéu Mangueira 0 X 2 Salgueiro
Santa Marta 3 X 5 São João