icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/08/2015
16:57

José Mourinho usou de sua influência no Chelsea para convencer Pedro a não optar pelo Manchester United. O argumento utilizado pelo português foi simples: arrumou um lugar entre os 11 titulares para a chegada do espanhol, que era reserva de Messi, Suárez e Neymar no Barcelona. Esse foi um dos motivos que levou o atacante a deixar o clube catalão.

Outro que ajudou o Special One na missão foi o Cesc Fàbregas, ex-companheiro de Pedro no Barcelona e um dos melhores amigos do atacante. Eles já foram vistos nesta quinta-feira juntos no treino do Chelsea.

Mourinho garantiu um lugar entre os titulares para o atacante, mas a pergunta que não quer calar: Onde Pedro vai jogar? Há duas opções para o técnico escalar o jogador.

Com várias opções no elenco, Pedro poderia atuar na linha de três, que fica atrás do centroavante. Neste caso, ele poderia fazer um trio com Hazard e Willian. Oscar, Ramires e Cuadrado - se este não for negociado - correm por fora e, a princípio, devem ficar como opção. Cesc Fàbregas e Matic compõem o restante do setor de meio de campo, jogando mais atrás.

Pedro também poderia ser escalado como centroavante. Neste cenário, contudo, a concorrência também é grande. O atual titular e queridinho de José Mourinho é Diego Costa, companheiro do ex-jogador do Barcelona na seleção espanhola. Mas o hispano-brasileiro sofre com seguidas lesões e, por isso, tem um substituto à altura: Falcao García, que foi emprestado pelo Monaco. Rémy ainda corre por fora.


Pedro foi anunciado nesta quinta-feira pelo Chelsea (Foto: Divulgação)

José Mourinho usou de sua influência no Chelsea para convencer Pedro a não optar pelo Manchester United. O argumento utilizado pelo português foi simples: arrumou um lugar entre os 11 titulares para a chegada do espanhol, que era reserva de Messi, Suárez e Neymar no Barcelona. Esse foi um dos motivos que levou o atacante a deixar o clube catalão.

Outro que ajudou o Special One na missão foi o Cesc Fàbregas, ex-companheiro de Pedro no Barcelona e um dos melhores amigos do atacante. Eles já foram vistos nesta quinta-feira juntos no treino do Chelsea.

Mourinho garantiu um lugar entre os titulares para o atacante, mas a pergunta que não quer calar: Onde Pedro vai jogar? Há duas opções para o técnico escalar o jogador.

Com várias opções no elenco, Pedro poderia atuar na linha de três, que fica atrás do centroavante. Neste caso, ele poderia fazer um trio com Hazard e Willian. Oscar, Ramires e Cuadrado - se este não for negociado - correm por fora e, a princípio, devem ficar como opção. Cesc Fàbregas e Matic compõem o restante do setor de meio de campo, jogando mais atrás.

Pedro também poderia ser escalado como centroavante. Neste cenário, contudo, a concorrência também é grande. O atual titular e queridinho de José Mourinho é Diego Costa, companheiro do ex-jogador do Barcelona na seleção espanhola. Mas o hispano-brasileiro sofre com seguidas lesões e, por isso, tem um substituto à altura: Falcao García, que foi emprestado pelo Monaco. Rémy ainda corre por fora.


Pedro foi anunciado nesta quinta-feira pelo Chelsea (Foto: Divulgação)