HOME - Nacional-URU x Rosario Central - Copa Libertadores - Parque Central (Foto: Reprodução/Instagram @fernando_penades)

HOME - Nacional-URU x Rosario Central - Copa Libertadores - Parque Central (Foto: Reprodução/Instagram @fernando_penades)

RADAR / LANCE! / Amir Somoggi
28/04/2016
17:24
Rio de Janeiro (RJ)

A ideia do presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, em realizar a final da Copa Libertadores em partida única e com estádio estabelecido antes da competição por si só é boa. Haveria um cenário novo e com chance de impactos turísticos.

Porém, a ideia se concretizar no modelo atual de gestão da Conmebol chega a ser uma piada. É a tentativa de inserir uma ideia ótima, feita nos moldes da Liga dos Campeões, em uma competição de segunda categoria.

Antes de estabelecer inovações, a Copa Libertadores precisa passar por um contexto de reforma profunda. Há muito o que melhorar na competição, e isto vai além do formato. 

*Amir Somoggi é consultor de marketing e gestão esportiva e Especialista em Análise Financeira na Academia LANCE!