LANCE!
20/08/2017
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O duelo com o Atlético-MG, no Maracanã, colocará o Fluminense frente a frente com dois nomes que, há pouco tempo, se acostumaram a dar alegrias para a torcida tricolor: Fred e Rafael Moura. Ao menos um dos ex-camisas 9 será titular do Galo e, mirando a terceira partida consecutiva sem ser vazada, a defesa do Flu conta com a experiência de Abel Braga, que dirigiu os dois atacantes, entre 2011 e 2012, no próprio clube das Laranjeiras.

Como apenas um ponto separa o Galo do Tricolor, a partida é considerada fundamental no Fluminense. Nas últimas rodadas, Abelão apostou em um meio-campo mais protegido, com Marlon Freitas, Orejuela e Wendel protegendo a defesa. E o sistema funcionou: são dois jogos seguidos sem sofrer gols. Contra Fred, Rafael Moura ou os dois juntos, a missão de Henrique e Renato Chaves é manter o ataque adversário zerado para o time de Abel vencer e colar no G-6.

Se existe a incerteza sobre quem será o camisa 9 adversário - Rogério Micale indicou nos treinos desta semana que Fred ficará entre os reservas, mas não confirmou -, o técnico do Fluminense não tem dúvidas de que terá pela frente um adversário forte, apesar da campanha do Atlético-MG estar abaixo das expectativas no Campeonato Brasileiro:

- Atlético-MG foi bem no último jogo (vitória sobre o Flamengo, por 2 a 0, em Belo Horizonte), vai vir aqui marcar alto. É um time qualificado, era um dos candidatos ao título, mas isso não significa nada - avaliou o comandante tricolor, campeão brasileiro e carioca, em 2012, com a ajuda de Fred e He-Man.