Cruzeiro e Inter se enfrentaram no Independência (Foto: Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro)

Cruzeiro e Inter se enfrentaram no Independência (Foto: Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro)

RADAR/LANCE!
05/08/2016
15:46
Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro pode se complicar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta do jogo contra o Internacional, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O quarteto de arbitragem do confronto relatou na súmula que um relógio foi atirado no gramado do estádio Independência.

A ação foi informada por Emerson de Almeida Ferreira, quarto árbitro do compromisso. Segundo a descrição do caso, feita pelo juiz filiado à Federação Mineira de Futebol (FMF), o auxiliar técnico colorado se encarregou de lhe entregar o objeto que foi arremessado no campo.

– Informo que aos 22' minutos de partida eu, Emerson de Almeida Ferreira, 4º árbitro da partida, recebi do auxiliar técnico sr. Andre Doring, da equipe do Sport Club Internacional, um relógio prateado. Informo que nem eu e nenhum integrante da equipe de arbitragem visualizamos a origem do citado objeto – escreveu no documento.