LANCE!
03/12/2016
07:05
São Paulo (SP)

Embora o Corinthians não dependa apenas de si para disputar a Libertadores do ano que vem, o técnico Oswaldo de Oliveira demonstra confiança em obter uma vaga no G6 na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Para que isso ocorra, o Timão precisa bater o Cruzeiro, no Mineirão, e torcer para que o Atlético-PR e Botafogo não vençam Flamengo e Grêmio, respectivamente.

- Nós temos uma condição boa de conseguir a classificação, é óbvio que precisamos primeiro vencer a nossa partida. Se conseguirmos isso, existem outros dois jogos que podem nos dar essa condição, que é o do Botafogo com o Grêmio e o do Atlético-PR com o Flamengo - destacou.

Na mesma entrevista coletiva o comandante alvinegro falou sobre a montagem do elenco para 2017. No entanto, ele evitou comentar os entraves na negociação com o meia Wagner, que chegou a fazer exames médicos no clube, mas viu a transferência emperrar:

- Desde que cheguei aqui temos conversado diariamente sobre esse assunto, até porque já era época, eu cheguei em meados de outubro. Algumas coisas avançaram, outras não foram possíveis, outras estamos conseguindo adiantar... É o que digo sempre, não posso me focar em um nome, como o do Wagner. Só vou falar do jogador quando vestir a camisa, estiver treinando. Quando a gente não tem a certeza, não adianta ficar falando. Pois se a negociação não se realiza, são palavras ao vento - argumentou.